Covid-19 provoca queda na expectativa de vida em São Paulo pela primeira vez em 81 anos, aponta estudo

Segundo dados da Seade, expectativa de vida no estado diminuiu um ano, em 2020

Por: Murilo Amaral Feijó | 20 abril - 18:16

Em 2020, a expectativa de vida ao nascer no estado de São Paulo caiu um ano, indo para 75,4 anos, segundo estudo da Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados). A queda em relação ao ano de 2019, que registrava uma expectativa de 76,4 anos, é um reflexo do “rápido aumento dos níveis de mortalidade devido à expansão da pandemia da covid-19”, segundo a Fundação.

O levantamento do Seade foi divulgado nesta terça-feira (20).

vacinação de idosos

Foto: Agência Senado/Divulgação

De acordo com o demógrafo Carlos Eugênio Ferreira, da Fundação Seade, essa é a primeira queda registrada pela série histórica, que registra esse índice desde 1940.

O estudo da Fundação também aponta um aumento na taxa de mortalidade de pessoas acima dos 15 anos. Entre 2019 e 2020, essa taxa para pessoas de 70 a 79 anos subiu de 33,2 para 38 óbitos por mil.

Segundo um estudo liderado pela pesquisadora Márcia Castro, da Escola de Saúde Pública da Universidade Harvard, o Brasil perdeu em média 1,94 anos na expectativa de vida. Em alguns estados, essa piora passou de 3 anos.

Expectativa de vida em SP:

1940: 45,4 anos

1950: 54,2 anos

1960: 61,2 anos

1970: 62,6 anos

1980: 66,7 anos

1990: 69,2 anos

2000: 71,6 anos

2010: 75 anos

2019: 76,4 anos

2020: 75,4 anos

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Ministério da Saúde negocia mais 100 milhões de doses da vacina contra covid-19 da Pfizer

Estudo confirma primeira morte por reinfecção do coronavírus no Brasil com variantes diferentes

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você