Coronavac: governo de SP diz que irá receber insumo da vacina em dois lotes, o 1° no dia 20

Serão duas entregas de 3 mil litros cada do chamado Insumo Farmacêutico Ativo, fundamental para produção dos imunizantes

Por: Marina Correa de Genaro | 08 abril - 15:23

Foi anunciado nesta quinta-feira (8) pelo governo de São Paulo, que o estado receberá dois lotes de 3 mil litros cada de insumos farmacêuticos, vindos da China, para o processamento de mais de 5 milhões de doses da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan.

De acordo com o governo, está prevista para abril a primeira das remessas e deve chegar até o dia 20, permitindo concluir a entrega de 46 milhões de doses ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), no Ministério da Saúde.

Foto: Divulgação/Agência Brasil

O segundo carregamento com mais 3 mil litros do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) também tem previsão de entrega ainda neste mês.

Inicialmente, o Butantan esperava receber um único lote de 6 mil litros até 9 de abril.

Produção

Na quarta-feira (7), a produção da Coronavac teria sido temporariamente paralisada pelo Instituto Butantan por falta de matéria-prima.

Os insumos necessários para a Coronavac são produzidos pela biofarmacêutica Sinovac, na China e nos últimos dias, o país asiático intensificou seu programa de vacinação, o que seria o principal motivo para a aparente trava na exportação dos insumos, que paralisou temporariamente a produção pelo Butantan.

LEIA MAIS

Óbitos de idosos com mais de 90 anos caem 50% após vacinação em São Paulo

Número de mortes por covid-19 ultrapassa 80 mil no Estado de São Paulo

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você