Consórcio do Nordeste espera Anvisa para trazer 66 milhões de doses da Sputnik V

Presidente do Consócio ressaltou que, no momento a aprovação da Anvisa ainda é entrave

Por: Sophia Bernardes | 08 abril - 12:49

Nesta quarta-feira (7), o Consórcio de Governadores do Nordeste se reuniu com a Anvisa como tentativa de trazer 66 milhões de doses da Sputnik V ao Brasil.

Tendo em vista do cenário com baixa quantidade de vacinação no país. Presidente do consórcio, o Governador do Piauí Wellington Dias (PT) explicou que, a aprovação da agência ainda é um entrave para a chegada das doses, ainda assim comemora o resultado do encontro.

Vacina Sputnik V contra a Covid-19

Foto: Agência Brasil

“Tivemos uma vitória importante com a Anvisa, que é separar os processos de importação pelo Ministério da Saúde, pela União Química e pelo Consórcio do Nordeste,” disse o governador. “Queremos o cumprimento da lei 124 de 2021, que reconhece a situação de calamidade e adota medida em que é possível autorização excepcional de vacinas desde que aprovada por outra agência reguladora de uma lista estabelecida pelo Congresso”, complementa.

O presidente do consórcio contou que já está em contato com autoridades argentinas, que já aprovaram a Sputnik V e é um dos países da lista de agências reguladoras aprovadas pelo Congresso, para que enviem a Anvisa dados sobre os estudos sobre a vacina russa.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Coronavac apresenta até 73,8% de eficiência após segunda dose, diz estudo do HC

China intensifica vacinação no país e atrasa entrega dos insumos da Coronavac

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você