Concentradores de oxigênio para hospitais estaduais começam a ser entregues hoje em SP

Equipamentos são usados para tratar de casos leves e moderados de coronavírus; governo do estado adquiriu mil concentrados

Por: Leonardo Fernandes | 08 abril - 08:51

O governo do estado de São Paulo começa a entregar nesta quinta-feira (8) uma parte dos concentradores de oxigênio, usados pra tratar casos leves e moderados da covid-19. Eles foram comprados para abastecer cidades da região que estão em alerta, em decorrência da alta demanda de pacientes com coronavírus.

Os concentradores, que podem ser transportados pelos próprios pacientes que os utilizam, foram adquiridos de uma empresa dos Estados Unidos, localizada em Atlanta. O equipamento chegou em São Paulo na quarta (7), e a distribuição foi anunciada em coletiva de imprensa. 624 unidades serão distribuídas nesta semana.

Unicamp fornece oxigênio para o estado de SP

Imagem ilustrativa de cilindros de oxigênio. Além dos concentradores, mais 2 mil cilindros foram comprados pelo governo estadual no fim de março. Foto: Reprodução/Pixabay

No fim do mês de março, João Doria (PSDB) anunciou que o governo havia comprado mais dois mil cilindros de oxigênio, após o Conselho Municipal de Secretários da Saúde reportarem o risco de desabastecimento no estado. Ao todo, 120 cidades seriam afetadas com a falta de equipamento.

20 cidades da região metropolitana de São Paulo enfrentam a falta de oxigênio. Deste número, oito aumentaram o consumo entre 20% e 50%. Na semana passada, Doria afirmou que “não falta nem faltará” o produto nos locais, e que o problema está na logística.

De acordo com a gestão, os cilindros e concentradores são o suficiente para suprir a necessidade dos municípios. Ao mesmo tempo, o governo incentiva que haja doação de cilindros por parte da iniciativa privada. Empresas, laboratórios de pesquisa e organizações podem doar e emprestar equipamentos, pelo contato doeO2@sp.gov.br.

Leia mais notícias:

Homem é preso suspeito de desviar cilindros de oxigênio em Manaus no auge da pandemia

Bolsonaro afirma que pandemia é usada para “tentar derrubar o presidente”

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: