Compra de vacinas por empresas não é furar fila, de acordo com empresário Carlos Wizard

O empresário fala sobre projeto de lei que está sendo analisado pelo Senado da compra de vacinas por empresas

Por: Aline Bueno Silvestre | 19 abril - 23:58

No domingo (18), o empresário Carlos Wizard defendeu a compra de vacinas por empresas, falando que isso não é furar fila, durante entrevista para a CNN Brasil.

“Trata-se de criar mais filas para antecipar a imunização da população em grande massa”, disse.

Empresário Carlos Wizard defende compra de vacinas por empresas, dizendo que isso não é furar fila

Foto: Tchélo Figueiredo / Governo de Mato Grosso

Ele ainda falou sobre a campanha de vacinação que o SUS, Sistema Único de Saúde, está comandando, em relação aos empresários. “Será que nós empresários vamos ficar de braços cruzados aguardando essa fila única do Sistema Único de Saúde (SUS) andar, até que o restante da população tenha alcance à vacina?”, perguntou.

Para Carlos, a lei sobre entrega de todas as doses ao Senado é inconstitucional. Ele defende que apenas 50% deveriam ser fornecidas ao Sistema Único de Saúde.

*Com informações da CNN Brasil.

O que é o projeto de lei?

O PL 948/21, em análise no Senado, permite a compra de vacinas por empresas. Assim, poderão aplicar em seus funcionários e trabalhadores que prestarem serviço. 

Líderes defendem que a análise seja adiada. Além disso, Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde, afirma que “não tem nexo”. Veja a matéria completa.

LEIA MAIS:

Deputada pede desculpas ao PT por posicionamento ao projeto que permitiu a compra de vacinas contra covid-19 por empresas

CPI da Covid: Primeira reunião será no dia 27; entenda como vai acontecer

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você