Com o atraso na chegada do IFA, Butantan suspende produção da CoronaVac temporariamente

Instituto ainda tem 2,5 milhões de doses do imunizante que devem ser entregues na próxima semana

Por: Murilo Amaral Feijó | 07 abril - 20:36

Nesta quarta-feira (7), o Instituto Butantan suspendeu temporariamente a produção de novas doses da vacina CoronaVac por falta de insumos.

O Instituto ainda segue com a distribuição de vacinas ao SUS (Sistema Único de Saúde). 2,5 milhões de doses prontas do imunizante estão aguardando período do teste de qualidade e devem ser entregues na próxima semana.

doses de vacina

Foto: Agência Brasil/Divulgação

A previsão do Butantan é entregar 46 milhões de doses da CoronaVac até o final de abril. Essa previsão deve ser mantida, apesar da falta de insumos.

Um novo lote de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo), matéria-prima para a produção da vacina, deveria chegar na próxima sexta-feira (9), vindo da China. Porém, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou hoje, durante coletiva de imprensa, o atraso dos insumos.

Agora, a previsão de chegada dos insumos é no próximo dia 15 de abril. O lote contém cerca de 6 mil litros de IFA, suficientes para a produção de 10 milhões de doses do imunizante.

O IFA, fornecido ao Butantan pela empresa chinesa Sinovac, chegará atrasado por conta da intensificação da campanha de vacinação na China. Até o momento, com o controle da disseminação do vírus, o país vem exportando a maioria de suas doses de vacinas.

De acordo com a apuração da CNN Brasil, o Butantan afirmou que vai cumprir os prazos estabelecidos com o Ministério da Saúde.

*Com informações da CNN Brasil

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Butantan passa a produzir apenas para São Paulo a partir de setembro, diz Doria

10% da população brasileira já recebeu a 1ª dose de vacina contra covid-19

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você