Cinco cidades da Grande SP têm 100% de ocupação nos leitos de UTI para pacientes com Covid-19

Municípios de Taboão da Serra, Arujá, Embu Das Artes, Mairiporã e Poá estão sem vagas para pacientes mais graves

Por: Larissa Placca | 09 março - 21:34

Cinco cidades da Grande São Paulo, os Municípios de Taboão da Serra, Arujá, Embu Das Artes, Mairiporã e Poá, estão com 100% dos leitos ocupados de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento da Covid-19.

Onze pessoas morreram desde sexta-feira (5) à espera na fila.

 

Foto: Agência Brasil/Divulgação

Em Taboão da Serra, tiveram que ser adaptados leitos de enfermaria para garantir a ventilação mecânica de pacientes pela doença. 

As cidades metropolitanas: Francisco Morato, Mogi das Cruzes, Mauá, Santo André e Guarulhos têm ao menos 90% dos leitos municipais de UTI ocupados. Já as cidades: São Bernardo do Campo, Diadema, a capital paulista, Barueri e Caieiras registram taxa de ocupação superior a 80%.

As demais cidades da Região Metropolitana estão com taxa de ocupação de UTI do município abaixo de 80% ou são cidades menores que não possuem terapia intensiva.

Das 39 prefeituras, apenas três não deram parecer sobre a ocupação de leitos, são essas: Carapicuíba, Embu-Guaçu e Juquitiba.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

EUA vacina cerca de 2,1 milhões ao dia; país já imunizou 60% dos idosos

Senado e Câmara cobram informações sobre agenda de vacinação

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você