Cidade de Chapecó, elogiada por Bolsonaro pelo combate à Covid, tem mortalidade mais alta do que a média nacional

O município é o quarto com mais casos e o terceiro com maior número de mortes no Brasil

Por: Maria de Toledo Leite | 06 abril - 21:47

Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, se prepara para visita do presidente Jair Bolsonaro, que acontecerá nesta quinta-feira (7). A cidade que tem 535 mortos pela doença e, até terça-feira (6) à tarde, estava com 97% de seus leitos ocupados foi elogiada pelo presidente em relação ao combate contra a pandemia do coronavírus.

O município enfrenta um grande colapso na saúde, tendo registrado mais mortos pela doença do que a média nacional, além das vidas perdidas à espera por leito. Devido a situação grave, a cidade de 224 mil habitantes suspendeu as atividades não essenciais por 14 dias o fim de fevereiro.

O presidente publicou em seu canal do Youtube um vídeo dando atenção ao prefeito de Chapecó.

Na última segunda-feira (5), o presidente afirmou que faria uma visita ao município para verificar como estava o trabalho em Chapecó. Durante seu discurso, Bolsonaro voltou a defender o “tratamento precoce” contra o coronavírus e a liberdade de médicos para prescreverem tais medicamentos.

Em sua fala, Jair Bolsonaro também afirmou que o que está ajudando a conter a pandemia em Chapecó é o tratamento e que os médicos têm como função trabalhar com o paciente com “liberdade total”. No entando, especialistas especulam que os números podem ter caído por causa das restrições adotadas pela cidade, que tinha, em 5 de março,  3,2 mil casos ativos da doença.

Na segunda (5), eram 620 pessoas em tratamento, segundo o governo estadual, mas, apesar da melhora, para Lauro Mattei, professor da UFSC, e Paulo Guerra, epidemiologista e professor, a situação ainda pede cuidado.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Araraquara não registra nenhuma morte por Covid pelo 2º dia consecutivo após medida rígida de restrição

Estado de SP chega a 510 pacientes que morreram à espera de leito de UTI

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você