Ceará recebe cilindros de oxigênio de outros estados após explosão em fábrica

Neste sábado (24), uma das unidades produtoras de oxigênio explodiu; White Martins e o Governo do Ceará já garantiram que não haverá problema no abastecimento da rede pública aos pacientes de Covid-19

Por: Marina Correa de Genaro | 25 abril - 15:27

Devido explosão que ocorreu neste sábado (24), nas dependências da empresa White Martins, que fornece oxigênio para unidades hospitalares de Fortaleza e diversas cidades, o Ceará está recebendo cilindros de oxigênio vindos de outros estados.

O acidente deixou seis pessoas feridas e causou prejuízos a moradores da região, que tiveram janelas e portas danificadas.

Empresa White Martins

Foto: Kid Júnior/SVM

A empresa disse em nota que está “intensificando a substituição de estocagem de oxigênio na forma gasosa pela forma líquida nos estabelecimentos assistenciais de saúde”. A White Martins e o Governo do Ceará garantiram que a explosão não iria impactar no abastecimento do gás, que está sendo utilizado no tratamento de pacientes com problemas respiratórios devido a Covid-19.

De acordo com a empresa, as instalações que foram afetadas não são responsáveis pela produção do oxigênio, apenas pelo enchimento dos cilindros.

As causas do acidente estão sendo investigadas pelas autoridades estaduais e por uma empresa contratada a fim de “realizar uma perícia detalhada do caso”.

A empresa também informou que já iniciou os contatos com vizinhos da fábrica, que fica no bairro Carlito Pamplona, e que tiveram suas residências atingidas por conta da explosão. Janelas e portas de casas da região foram danificadas.

Com isso, a White Martins garantiu que as tratativas com os vizinhos da unidade são para ressarci-los dos prejuízos causados. Conforme a organização, um casal de moradores foi encaminhado a um hotel com hospedagem temporária providenciada.

LEIA MAIS

Conheça a tradição muçulmana do Ramadã

Covid: número de mortes em SP soma 32% do total de pacientes hospitalizados e que tiveram alta

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você