Butantan recebe IFA e retoma produção da CoronaVac, envasando mais de 5 milhões de doses

O IFA chegou na segunda-feira (19), após quase 20 dias de atraso

Por: Murilo Amaral Feijó | 21 abril - 13:51

Nesta segunda-feira (19), o Instituto Butantan recebeu, depois de quase 20 dias de atraso, o carregamento com 3 mil litros de insumo para a produção da CoronaVac. Com a chegada do IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo), o Butantan retoma a produção do imunizante na noite desta terça-feira (20).

Por falta de insumos, o Instituto havia suspendido temporariamente a produção da CoronaVac, da empresa chinesa Sinovac. Agora, o Butantan retoma o envase de mais 5 milhões de doses da vacina.

Santa Catarina recebe 147,4 mil doses da Coronavac

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O carregamento do IFA, que veio da China, estava previsto para chegar ao Brasil até o final de março. Porém, no último dia 7 de abril, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou o atraso na chegada dos insumos.

Por conta da intensificação da vacinação na China e burocracias nos trâmites da exportação, os lotes com mais de 3 mil litros de insumos chegaram ao brasil com cerca de 20 dias de atraso.

Apesar do atraso, o Butantan deve entregar ao Ministério da Saúde pelo menos 46 milhões de doses da CoronaVac, até 10 de maio.

Na segunda-feira, o Instituto liberou mais de 700 mil doses do imunizante ao Ministério da Saúde, através do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Segundo OMS, mundo tem a pior semana da pandemia com 5,2 milhões de novos casos de covid-19

Queiroga diz que Ministério da Saúde está estudando viabilidade do uso do coquetel contra covid-19

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você