Bolsonaro diz que Fiocruz entregará 18 milhões de vacinas contra a covid em abril

Por meio de suas redes sociais, o presidente também criticou o fechamento das escolas

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 18 abril - 15:56

Em um anúncio nas redes sociais neste domingo (18), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que, até o fim do mês de abril, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) vai entregar 18 milhões de vacinas. De acordo com ele, serão 4,6 milhões nesta semana e mais 6,7 milhões na semana seguinte.

Para maio, junho e julho, a previsão é que as entregas sejam de 21,5 milhões, 34,2 milhões e 22 milhões de doses, de acordo com Bolsonaro. 

A lenta campanha de vacinação no Brasil

Faz três meses que o Brasil deu início a campanha de vacinação contra a Covid e segue distante de conseguir imunizar todos os grupos considerados prioritários. O país iniciou a imunização de, aproximadamente, uma em cada três pessoas do grupo, formado por idosos, pessoas com comorbidades e profissionais da saúde e da educação, profissionais de segurança, entre outros.

Ao todo, 25 milhões de brasileiros receberam pelo menos a primeira dose – o grupo de prioritários é estimado em 77,2 milhões de pessoas, segundo o Ministério da Saúde.

Covid: Fiocruz diz que a situação da pandemia no Brasil deve continuar “preocupante”

O desabastecimento de doses também é um problema para acelerar a imunização e gera diversos contratempos para o atual Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Na última terça-feira (13), ele afirmou não ter “condição de estabelecer prazos” e que não sabe quando o país poderá vacinar 2,4 milhões de pessoas por dia, capacidade máxima de imunização no país. 

Bolsonaro critica fechamento de escolas 

O presidente criticou ainda em suas redes sociais  os prefeitos e governadores que fecharam as instituições escolares durante a pandemia. A medida foi imposta para limitar a circulação de pessoas e controlar a contaminação por covid-19 nos estados.

Bolsonaro disse que o país é “um dos com o maior tempo” de fechamento de instituições de ensino no mundo. A secretaria de educação recomendou, que enquanto os estados estiverem na fase vermelha – o que a maioria dos casos – os alunos que puderem devem seguir com o ensino remoto. 

Situação da pandemia no país

No sábado (17), o Brasil alcançou a marca de 371.889 mil mortos por covid-19 . Foram 2.865 óbitos em 24 horas, com a média móvel de mortes, que analisa o desempenho de piora ou melhora da pandemia, em 2.917.

LEIA MAIS

PGR pede que notícia-crime por suposto desvio de Bolsonaro seja arquivada

‘Vou tomar por último, tem muita gente apavorada aguardando a vacina’, afirma Bolsonaro

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você