Bolsonaro diz que espera que igrejas continuem abertas durante a pandemia

STF julga hoje sobre a liberação de cultos e missas na pandemia

Por: Maria de Toledo Leite | 07 abril - 17:15

Nesta quarta-feira (7), um dia após o Brasil ter registrado mais 4 mil mortes pela Covid-19, o presidente Bolsonaro disse esperar que o Supremo Tribunal Federal (STF) libere a realização de cultos e missas durante a pandemia.

A Corte julga, neste momento, uma liminar do ministro Kassio Nunes Marques, que liberou as celebrações religiosas um dia antes da Páscoa. Logo após disso, nesta segunda-feira (5), o ministro Gilmar Mendes, do STF, proibiu que essas celebrações pudessem ocorrer no estado de São Paulo.

Entenda por que cultos religiosos podem oferecer alto risco para Covid-19

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Em relação à decisão do STF, o presidente disse que espera o funcionamento das igrejas e culto seja liberado. Durante discurso em Chapecó, Bolsonaro ainda disse que a igreja é “o último local que uma pessoa procura antes de cometer suicídio” e completou dizendo que quem não é cristão, “que não vá”.

Eduardo Bolsonaro volta a criticar medidas restritivas e defende a abertura de igrejas

A cidade de Chapecó foi visitada pelo presidente, que a apontou como um “exemplo” no combate contra a Covid-19. A viagem foi anunciada após o prefeito da cidade, João Rodrigues, ter compartilhado um vídeo no qual celebra a queda de internações pelo vírus.

Chapecó tem mortalidade mais alta do que a média nacional e é o quarto município com mais casos e o terceiro com maior número de mortes no Brasil.

O presidente também chegou a falar que a pequena melhora refletida nos números em Chapecó foi causa do uso de remédios do “kit covid”. Bolsonaro falou que os médicos devem ter “liberdade” para prescreverem o “tratamento precoce”, medicamentos sem eficácia comprovada contra a Covid-19, e, em alguns casos, até contraindicados.

O aumento do uso desses remédios tem causado alguns efeitos negativos nos pacientes.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Com missas liberadas por Nunes Marques, Aparecida recebe pelo menos mil fiéis para celebrações de Páscoa

Bolsonaro diz que política do “fecha tudo” empobrece o Brasil

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você