Aspirina pode reduzir risco de internação em UTI e morte por Covid, diz estudo

O uso de doses baixas de aspirina pode ajudar a proteger os pulmões, de acordo com a pesquisa

Por: Sophia Bernardes | 22 março - 14:54

Um estudo realizado por pesquisadores da George Washington University, dos Estados Unidos, indica que o uso de doses moderadas de aspirina pode auxiliar na proteção dos pulmões e reduzir a necessidade de colocar pacientes de Covid-19 em ventiladores.

O estudo

Segundo o estudo, o remédio ainda pode ajudar a manter pacientes fora da UTI e reduzir o risco de morte, consequentemente evitando pequenos coágulos sanguíneos.

O objetivo é que a aspirina ajude a prevenir a formação de coágulos sanguíneos. “A razão pela qual começamos a olhar para a aspirina e Covid-19 é porque, na primavera, todos nós percebemos que todos esses pacientes começaram a ter muitas complicações trombóticas, ou muitos coágulos sanguíneos que se formaram em seus corpos”, contou Jonathan Chow, professor-assistente de anestesiologia e medicina intensiva na Escola de Medicina e Ciências da Saúde da George Washington, à entrevista da CNN.

“É por isso que pensamos que o uso de um agente antiplaquetário, ou um diluente do sangue, como a aspirina, pode ser útil no Covid-19”, complementou.

O custo da aspirina, de apenas centavos nos Estados Unidos, é muito menor comparado a outros medicamentos usados no tratamento da Covid-19, como o Remdesivir, por exemplo, que pode custar milhares de dólares.

Resultados

Em estudo, foram analisados 412 pacientes internados entre março e julho de 2020, cerca de 24% dos pacientes receberam aspirina nas primeiras 24 horas depois de serem hospitalizados ou nos sete dias anteriores à admissão hospitalar.

O uso do medicamento foi associado a uma redução de 44% na ventilação mecânica, 43% de internação na UTI e 47% na mortalidade hospitalar, indicam os pesquisadores.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Butantan entrega 1 milhão de doses da CoronaVac nesta segunda

Vacina Oxford/AstraZeneca tem 79% de eficácia contra casos sintomáticos de covid

Confira os últimos acontecimentos no estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você