Anvisa suspende prazos de análise de pedido emergencial da Sputnik V

O pedido foi feito na sexta-feira (26) e foi suspenso por falta de documentos

Por: Maria de Toledo Leite | 27 março - 23:36

Na noite deste sábado (27), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que suspendeu os prazos de análise do novo pedido de uso emergencial da vacina Sputnik V, da Rússia. Segundo a agência, isso aconteceu porque não foram apresentados documentos importantes para a análise.

O segundo pedido foi feito ontem, sexta-feira (26), pelo laboratório União Química. A regra é que, depois do pedido, a Anvisa teria até 7 dias para concluir a análise, isso se não tivesse nenhum problema com a documentação.

Caminhão azul escrito "Vacinação/ Brasil imunizado/ Somos uma só nação"

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O laboratório solicitou e formalizou o primeiro pedido de uso emergencial em janeiro deste ano, mas a Anvisa alegou a falta de dados mínimos para a análise. Porém, a União Química afirmou que desta fez teria entregado todas as informações para abrir a avaliação.

O governo assinou um contrato para receber 10 milhões de doses da Sputnik V. Segundo o calendário inicial, 400 mil doses da vacina chegariam ao Brasil até o fim de abril. Também é previsto que em maio sejam recebidas outras 2 milhões de doses e em junho, 7,6 milhões.

Confira todas as vacinas contra a Covid-19 disponíveis no Brasil.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Pfizer planeja entrega de vacinas ao Brasil em até três meses

Ministro da Saúde diz que governo irá distribuir 11 milhões de vacinas na próxima semana

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

 

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você