135 pessoas morreram na fila por leito de UTI em SP, desde 19 de março

Entre o último dia 19 e hoje (31), o número de mortos que esperavam vagas em UTIs subiu 212,5%

Por: Murilo Amaral Feijó | 31 março - 19:27

24 cidades do estado de São Paulo contabilizaram pelo menos 325 mortes de pacientes que aguardavam leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para o tratamento de casos graves de covid-19.

Esse número sofreu um aumento de 212,5% em comparação ao registrado no último dia 19 de março, quando 18 municípios contabilizaram 104 mortes de pessoas à espera de leitos de UTI.

Leito de UTI lotado de pacientes com Covid-19

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Seis municípios registraram dois terços do total de mortes de pacientes que aguardavam leitos em UTI: Franco da Rocha com 47 mortes; Bauru também com 47 mortes; Ribeirão Pires com 36 mortes; Francisco Morato com 35 mortes; Taboão da Serra com 30 mortes e Itapecerica da Serra com 19 mortes.

Segundo dados divulgados pelo governo estadual nesta quarta-feira (29), a ocupação de leitos de UTI para pacientes com covid-19 chegou a 92,2% em SP e 91,8% na Região Metropolitana. No último dia 19 de março, esse número no estado estava em 90,6% e na Grande SP estava em 91%.

Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (31), o estado de São Paulo já confirmou no total 74.652 mortes por covid-19 e registrou 2.469.849 casos, desde o início da pandemia.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Feriadão no Rio conta com 371 multas e 5.000 autuações por desrespeito a restrições

São Paulo: ocupação de UTIs dobra em relação ao pico da pandemia em julho de 2020

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você