Vigilância Sanitária recebe 1.844 denúncias por dia sobre desrespeito à quarentena no mês de março

Os relatos são feitos desde julho de 2020, mas só em março foram 55.319 denúncias

Por: Aline Bueno Silvestre | 31 março - 20:04

O órgão da Secretaria Estadual da Saúde registrou 1.844 denúncias por dia sobre o desrespeito à quarentena só no mês de março. 

Os relatos são diversos, como denúncias de aglomerações, desrespeito ao uso obrigatório de máscara ou mesmo as diversas festas clandestinas.

Vigilância Sanitária recebe 1.844 denúncias por dia sobre pessoas que desrespeitaram a quarentena só em março

Foto: Governo do Estado de São Paulo.

No total, foram 55.319 denúncias entre 1º de março e essa quarta-feira (31). A média para cada dia do mês fica em 1.844.

O último mês com mais denúncias foi fevereiro, com 4.322. Em março, o valor representou a explosão dos casos de denúncias.

As informações são do G1.

Desrespeito à quarentena no país

No estado de São Paulo, 716 festas clandestinas foram encerradas em um mês. Durante esse tempo, mais de 14 mil fiscalizações aconteceram para tentar impedir o avanço da Covid-19.

Mais de 4.600 pessoas são investigadas pela Polícia Civil por envolvimento com festas clandestinas em SP

Só no primeiro final de semana do feriado prolongado, o estado teve 450 festas clandestinas encerradas também. 

No Rio de Janeiro, o feriado contou com 371 multas e 5.000 autuações pela quebra da quarentena.

Balanceamento no mês de março

As medidas de restrição são para tentar frear o avanço da Covid-19 no país. Isso porque o país lidera as mortes diárias pela doença em todo o mundo só em março. Os casos conseguiram bater até mesmo o número de mortes na Ásia, maior continente do mundo. Leia a matéria completa.

LEIA MAIS:

São Paulo: ocupação de UTIs dobra em relação ao pico da pandemia em julho de 2020

Bolsonaro volta a dizer que não adianta ficar em casa

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você