Vacinação do grupo prioritário da Covid-19 só acaba em setembro, afirma Ministério da Saúde

Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, tinha a previsão de vacinar esse grupo até o mês de maio

Por: Aline Bueno Silvestre | 21 abril - 22:47

O Ministério da Saúde, comandado por Marcelo Queiroga, anunciou nesta quarta-feira (21), que a vacinação do grupo prioritário da Covid-19, que reúne mais de 77 milhões de pessoas, só deve encerrar em setembro.

Antes de Queiroga, Eduardo Pazuello assumia a pasta e previa a conclusão desse grupo vacinado até maio.

Segundo Queiroga, grupo prioritário só vai terminar de ser vacinado em setembro

Foto: Robson Da Silveira SMS/PMPA

Segundo o ministério, a primeira dose desse grupo deve acontecer até a primeira quinzena do mês de julho. Depois do intervalo de três meses exigido pela vacina da Oxford/AstraZeneca, a vacinação deve se encerrar em setembro.

O cronograma de vacinação

Após ser questionado sobre o cronograma de vacinação, Queiroga falou sobre o prazo. “(O cronograma) será atualizado dentro do prazo estabelecido”, disse.

O ministro da Saúde afirmou que um novo cronograma vai ser divulgado, somente com doses autorizadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Leia a matéria completa.

A atualização mais recente do documento é de 19 de março, e inclui vacinas que ainda não foram autorizadas pela agência. Desde o dia 10 de abril, um deputado pediu que a Justiça do Distrito Federal voltasse a divulgar o cronograma de entrega de vacinas.

O Supremo Tribunal Federal (STF) deu o prazo de 5 dias para Jair Bolsonaro (sem partido), presidente do Brasil, detalhar o cronograma de vacinação. 

*Com informações do G1.

LEIA MAIS:

Queiroga diz que Ministério da Saúde vai receber nesta quinta (15) insumos para o ‘kit intubação’

Queiroga anuncia criação de secretaria extraordinária de enfrentamento à covid-19; Pacheco critica a falta de investimentos

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você