Pontes anuncia vacina apoiada pelo Governo, horas depois de Doria anunciar a Butanvac

O ministro Marcos Pontes negou que o anúncio da vacina federal tivesse relação com o evento do Governador de SP

Por: Larissa Placca | 26 março - 20:30

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, anunciou nesta sexta-feira (26) que  vacina apoiada pelo governo federal foi apresentada à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para testes clínicos.

Ainda hoje, horas antes do pronunciamento de Pontes, o Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou a Butanvac, a primeira vacina feita exclusivamente no Brasil, em apoio do Estado de SP.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes; Foto: Agência Brasil/Divulgação

Segundo Pontes, a vacina, ainda sem nome definido, foi desenvolvida pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (SP). O anúncio foi feito em coletiva no Palácio do Planalto, ao lado do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Entenda a aprovação da vacina pela Anvisa

Os testes pré-clínicos, fase 2, são realizados com 360 pessoas. Se o imunizante se demonstrar seguro, irá para analise de eficácia, fase 3. A fase 1 é realizada com poucos voluntários, cerca de 100 pessoas, analisando os tipos de reações do imunizante no corpo humano.

Vacina do Doria vs. Vacina do Bolsonaro

O ministro Marcos Pontes negou que o anúncio da vacina federal tivesse relação com o evento do Governador de SP, João Doria, visto como opositor de Bolsonaro nas decisões políticas. No evento, Doria apresentou a vacina que seria a primeira 100% brasileira.

“Não tem a ver um fato com o outro. Temos trabalhado nisso, e anunciado o trabalho das vacinas nacionais há bastante tempo. Então eu estava com a expectativa de poder anunciar o mais rápido possível”, disse Pontes.

A vacina de SP será produzida pelo Instituto Butantan, que produz também a Coronavac, com parceria do laboratório chinês Sinovac. A Coronavac é a mais utilizada para no país.

A nova vacina de SP foi desenvolvida a partir do vírus inativado produzido em ovos embrionados.

Nesta quarta-feira (24) o governador de São Paulo alegou não estar representado no comitê anticovid anunciado por Bolsonaro. O presidente fez um pronunciamento para a imprensa após uma reunião com governadores, ministros e chefes de poderes sobre o comitê anticovid. Segundo ele, a medida é para tentar controlar os efeitos da pandemia. Dória disse não ser convidado.

São Paulo na Fase ‘Roxa’

O governo do estado de São Paulo irá prorrogar as restrições da fase emergencial por mais quinze dias. A extensão das medidas do Plano SP foram confirmadas por meio de fontes do governo estadual, consultadas pela emissora.

Na fase emergencial, também conhecida como “fase roxa”, as aglomerações são proibidas. A fase está em vigor no estado desde o dia 15 de março, e iria inicialmente até dia 30. Leia a matéria completa.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Bolsonaro diz que se for reinfectado com covid-19 vai tomar cloroquina

Reino Unido e União Europeia fecham acordo de cooperação em serviços financeiros

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: