Pesquisa prevê falta de kit intubação em 1.316 cidades brasileiras

Confederação Nacional de Municípios aponta que oxigênio pode faltar em mais de 700 cidades

Por: Murilo Amaral Feijó | 26 março - 16:11

1.316 cidades correm o risco de ficar sem os medicamentos que compõem o kit intubação nos próximos dias, segundo uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). Esse número representa 50,4% dos 2.611 municípios consultados, segundo a CNM.

Ainda de acordo com a pesquisa, 709 cidades (27,9%) apontaram uma possível falta de oxigênio para os pacientes com covid-19. A pesquisa foi realizada pela CNM entre os dias 23 e 25 de março e divulgada nesta sexta-feira (26).

Medicamentos do kit intubação

Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

Quanto à distribuição de oxigênio, 2.142 municípios (82%) afirmaram que não receberam o produto dos respectivos governos estaduais. 9,1% das cidades consultadas não responderam a pergunta.

A CNM aponta uma preocupação dos gestores de hospitais para atender aos pacientes internados com covid-19. A escassez dos medicamentos do kit intubação já foi presenciada em diversos estados – recentemente, em São Paulo – e alertada pela Associação Nacional de Hospitais Privados, na última quinta-feira (25).

Na última quarta-feira (24), o Ministério da Saúde anunciou a compra e distribuição de 2,8 milhões de unidades do kit intubação, que foram distribuídos de São Paulo nesta sexta-feira (26) para outros estados brasileiros.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Aviões de Viracopos distribuem “kit intubação” para estados

Paes projeta vacinar todos os moradores acima de 60 anos até 23 de abril no Rio

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você