ONU anunciou a antecipação do envio de 4 milhões de doses de vacina contra a covid-19

A entrega será ainda neste mês de abril, por meio do consórcio Covax Facility

Por: Larissa Placca | 16 abril - 22:01

A Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou nesta sexta-feira (16) que vai antecipar o envio ao Brasil de 4 milhões de doses de vacinas contra Covid-19.

A entrega será ainda neste mês de abril, por meio do consórcio Covax Facility, co-liderado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O presidente Jair Bolsonaro em discurso na Organização das Nações Unidas (ONU) em 2019

O presidente Jair Bolsonaro em discurso na Organização das Nações Unidas (ONU) em 2019; Foto: Agência Brasil/Divulgação

O comunicado da ONU afirmou que ainda há possibilidade de se antecipar o envio de outras 4 milhões de doses via Covax.

O anúncio foi feito em reunião virtual de dirigentes da ONU e da OMS, contou com a presença de 22 governadores e 4 vice-governadores do Fórum de Governadores do Brasil.

No dia 21 de março, o Brasil recebeu o primeiro lote de doação de 1.022.400 doses de vacinas da AstraZeneca/Oxford contra Covid-19 por meio do Covax Facility.

O programa oferece auxílio a países em desenvolvimento, nos casos em que os governos não conseguiram garantir vacinas com os fabricantes. No caso do Brasil, foram adquiridas 42,5 milhões de doses de vacinas por meio do programa.

De acordo com os dados do balanço da vacinação desta sexta-feira (16), 25.777.943 brasileiros receberam a primeira dose de imunizante contra Covid-19, o que equivale a 12,17% da população do país. Leia a matéria completa.

A segunda aplicação de vacina ainda é mais lenta. Desde janeiro, 9.134.959 brasileiros tomaram as duas doses, o que representa 4,31% dos brasileiros. Além disso, dados apontam que há uma taxa de abstenção para receber a segunda dose de imunizante, o que pode oferecer riscos.

No total, foram aplicadas 34.912.902 doses no país.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Moraes pede tempo para analisar decretos das armas e suspende julgamento no STF

Bruno Covas tem ‘novos pontos’ de câncer no fígados e nos ossos, segundo boletim médico

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você