“O embaixador me assegurou que não haveria interrupção [da vacina]”, afirma Queiroga

O ministro da Saúde deu o relato após o Butantan suspender produção da CoronaVac temporariamente

Por: Aline Bueno Silvestre | 07 abril - 23:58

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, garantiu que não faltariam insumos para a produção da CoronaVac. Os relatos foram dados nesta quarta-feira (7), para a CNN Brasil.

“O embaixador me assegurou que não haveria interrupção”, disse Queiroga. Ele afirmou que se reuniu com Yang virtualmente na segunda-feira (5) para tratar do assunto.

Queiroga afirma que embaixador da China garantiu que não haveria interrupção da vacina

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O questionamento para Queiroga aconteceu após o Butantan suspender a produção da vacina temporariamente por falta de insumos. O lote da IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) atrasou a entrega.

O instituto Butantan disse que a previsão de chegada é para a próxima semana.

*Com informações da CNN Brasil.

Até o momento, 10% da população brasileira foi vacinada, com uma média de 628 mil doses por dia. Após a produção nacional, o ministro da Saúde disse que o Brasil pretende vacinar 2 milhões de pessoas por dia. Leia a matéria completa.

LEIA MAIS:

Com a vacinação, cai número de internações e mortes de idosos no Rio de Janeiro

Reinfecção por Covid-19 pode trazer sintomas mais fortes, aponta Fiocruz

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você