‘Não vai ser possível acelerar a vacinação em abril’, afirma ex-coordenadora do PNI

A epidemiologista Carla Domingues deu entrevista para a CNN Brasil

Por: Aline Bueno Silvestre | 03 abril - 21:51

Carla Domingues, epidemiologista e ex-coordenadora do Programa Nacional de Imunização, disse, em entrevista à CNN Brasil neste sábado (03), que será difícil acelerar a imunização contra a Covid-19 no Brasil.

Segundo ela, o grande problema não está nas estruturas, e sim na escassez de vacina. “O Butantan e Bio Manguinhos estão dizendo que vão entregar na faixa de 20 a 25 milhões de doses. Então, nos dias úteis, nós estamos falando de 1 milhão de pessoas”, disse.

Ex coordenadora do PNI fala sobre não ser possível acelerar vacinação em abril

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Além disso, ela ainda falou das ações do Ministério da Saúde, comandado por Marcelo Queiroga. “Nós temos um país continental. As vacinas são distribuídas pelo Ministério da Saúde e ele parece que não entende isso, que essas vacinas vão chegar no braço do cidadão no outro dia”. 

A epidemiologista ainda falou sobre as quantidades, que podem não aumentar a capacidade de aplicação. Assim, algumas cidades mais populosas podem ficar sem e ter que interromper a campanha de vacinação.

A campanha da gripe e da Covid-19

Carla também falou sobre a campanha da vacina da gripe. Além de os médicos não recomendarem o uso conjunto da vacina da gripe e da Covid-19, vai ser um desafio manter as duas campanhas.

“Esse vai ser o maior desafio imposto ao Sistema Único de Saúde (SUS). Nós nunca fizemos duas campanhas nesta magnitude de praticamente vacinar o mesmo grupo alvo com esta quantidade de pessoas”, disse Carla.

Ela ressalta a importância da logística e organização dos municípios para manter as duas campanhas. Ainda comentou sobre o atual governo e as ações de furar a fila.

Deputado denuncia empresários acusados de furar fila da vacina em BH

“Um passa na frente do outro. Um município começa a definir um grupo, o outro município começa a definir outro. Isso faz uma confusão enorme, a população está confusa. (…) Quando a vacina chega, todo mundo quer ser vacinado ao mesmo tempo, que acha que vai faltar vacina para si, no momento que a gente está vendo o próprio governo estimulando o fura fila.”

Domingues ainda fala que precisamos ter de 30 a 40 milhões de doses mensalmente no Brasil. 

LEIA MAIS:

Bolsonaro fala de possibilidade de ser vacinado contra a covid-19: “Se acharem que eu devo me vacinar eu vacino.”

Queiroga diz que fábricas de vacinas para animais podem ser adaptadas para produzir imunizante contra covid-19

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você