Governo multa empresas em R$ 15,2 milhões por venda de medicamentos acima do preço

Anvisa também alertou contra os riscos da medicação indiscriminada no tratamento da Covid-19

Por: Marina Correa de Genaro | 06 abril - 15:37

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que empresas do setor farmacêutico terão de pagar R$ 15,2 milhões em multas aplicadas pelo governo federal por venderem medicamentos usados no tratamento da Covid-19 acima do preço autorizado.

As multas foram aplicadas pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (SCMED), órgão interministerial cuja secretaria-executiva é exercida pela Anvisa.

Remédios

Foto: Josué Goge

Em nota da agência, as fiscalizações, que geraram as punições, começaram a ser feitas em julho de 2020, “quando foi criada uma força-tarefa específica para atuar durante a pandemia de Covid-19”.

Entre julho de 2020 e março de 2021, foram instaurados 139 processos e 164 multas foram aplicadas em empresas do ramo farmacêutico.

Nesta segunda-feira (5), a Anvisa também alertou em seu site contra o uso indiscriminado de medicamentos contra a Covid-19. A agência disse estar acompanhando possíveis efeitos adversos graves gerados pela automedicação.

LEIA MAIS

Segundo Anvisa, notificações de efeitos adversos da Cloroquina aumentaram em 558% de 2019 à 2020

Anvisa diz que Janssen precisará apresentar eficácia contra cepa brasileira

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você