Fiocruz descobre alterações inéditas em variantes da covid no país

Pesquisadores chamam atenção para a urgência de uma maior campanha de vacinação, e medidas eficazes no combate à transmissões comunitárias no país

Por: Caroline Ripani | 23 março - 15:56

Nesta terça-feira (23), cientistas da Rede Genômica Fiocruz divulgaram a descoberta de alterações na estrutura da proteína Spike do vírus Sars-CoV-2 em circulação no Brasil.

De acordo com a Fiocruz, a proteína, que está ligada à capacidade de entrada do vírus em células humanas, é um dos principais alvos dos anticorpos neutralizantes produzidos pelo organismo como forma de bloquear o vírus.

Cientista da Fiocruz trabalhando

Foto: Divulgação/Josué Damacena (IOC/Fiocruz)

Os resultados da pesquisa foram obtidos por meio do sequenciamento genético de amostras coletadas de pacientes do Amazonas, Bahia, Maranhão, Paraná, Rondônia, Minas Gerais e Alagoas.

“O novo coronavírus está continuamente se adaptando, e propiciando o surgimento de novas variantes de preocupação e de interesse com alterações na proteína Spike. No entanto, as novas mutações foram, até o momento, detectadas em baixa frequência, apesar de encontradas em diferentes estados”, afirmou Paola Cristina Resende, virologista e coordenadora da curadoria da plataforma genômica internacional GISAID no Brasil.

Com a nova descoberta, os pesquisadores chamam atenção para a urgência de uma maior campanha de vacinação, e medidas eficazes no combate à transmissões comunitárias no país.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Opas diz que covid-19 se espalha perigosamente pelo Brasil e pede cuidado

Anvisa altera bula de vacina da AstraZeneca e inclui novas reações adversas

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você