Coquetel de anticorpos previne infecção sintomática da covid-19, diz Regeneron

Segundo a empresa, o coquetel protegeu pessoas expostas à covid-19 de desenvolver sintomas na maioria dos casos

Por: Bianca Antunes | 13 abril - 16:32

A farmacêutica Regeneron pediu aprovação do tratamento preventivo contra a covid-19 para a agência de regulação de medicamentos nos EUA.

Segundo a empresa, seu coquetel de anticorpos monoclonais reduziu o risco de infecções sintomáticas em casas onde havia uma pessoa doente.

Preço dos remédios sofre reajuste a partir de quinta-feira

Foto: Reprodução/Pixabay

De acordo com os dados divulgados, o coquetel protegeu pessoas expostas à covid-19 de desenvolver sintomas na maioria dos casos, com taxa de 72% de proteção contra infecções sintomáticas na primeira semana e de 93% depois disso.

O coquetel é feito com a combinação de dois medicamentos, casirivimabe e imdevimabe. A Regeneron requisitou a produção de 2 milhões de doses do tratamento por ano.

“Estes dados indicam que o REGEN-COV pode complementar estratégias abrangentes de vacinação, particularmente para aqueles sob risco alto de infecção”, disse Myron Cohen, que comanda a iniciativa.

No ano passado, o coquetel já havia obtido autorização emergencial da agência americana para casos leves e moderados. O tratamento não está disponível no Brasil, embora o país seja um dos que participam dos estudos com o coquetel.

LEIA MAIS:

Higiene bucal pode ajudar a previnir Alzheimer, indica estudo

J&J: OMS diz aguardar análise de reguladores da Europa e dos EUA sobre vacina

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você