Cartórios registram 40% mais óbitos no Brasil no primeiro trimestre do ano

Entre 1 de janeiro e o dia 31 de março, foram contabilizados 434.351 óbitos

Por: Bianca Antunes | 08 abril - 14:51

O número de óbitos registrados durante os três primeiros meses de 2021 nos cartórios civis do Brasil foi 39,4% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, segundo dados da Arpen-Brasil (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais).

O vice-presidente da Arpen-Brasil, Luis Carlos Vendramin Júnior, divulgou os números nesta quarta-feira (7). “É assustador”, disse.

Prefeitura de SP deve abrir 600 valas por dia e analisa construção de cemitério vertical

Foto: Reprodução/Pixabay

Segundo os dados, entre 1 de janeiro e o dia 31 de março, foram contabilizados 434.351 óbitos nos cartórios civis do país. Desses, 131.633 são mortes por covid-19.

No mesmo período do ano passado, esses registros somaram 311.599. “A covid-19 é a diferença. Não tem como falar que não é a pandemia. São números”, disse o vice-presidente.

Dados de óbitos em 2020

Ainda em 2020, o número de óbitos registrados durante todo o ano já apresentou aumento. Foram 1.443.405 mortes contabilizadas, número 8,3% maior do que no ano anterior, superando a média de oscilação entre 1,5% a 2% ao ano.

LEIA MAIS:

Oxford/AstraZeneca: Anvisa pede que casos de coágulos sejam incluídos na bula da vacina

Óbitos de idosos com mais de 90 anos caem 50% após vacinação em São Paulo

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você