Anvisa recebe pedido de testes da ButanVac em humanos

A vacina, desenvolvida pelo Instituto Butantan e o Governo de SP, seria a primeira 100% nacional e mais barata.

Por: Larissa Placca | 26 março - 22:59

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu, nesta sexta-feira (26), o pedido de autorização dos estudos da Butanvac, vacina anunciada pelo Instituto Butantan.

Instituto americano diz ter desenvolvido a ButanVac, vacina apresentada por Doria como totalmente brasileira

A Anvisa é um órgão ligado ao Governo e busca promover a proteção da saúde da população, através de controle sanitário da produção, de produtos e serviços submetidos à vigilância sanitária dos ambientes, processos, insumos e tecnologias envolvidos.

Testes Anvisa

Testes Anvisa; Foto: Agência Brasil/Divulgação

A vacina, segundo o Governo de SP, é 100% nacional e será mais barata. Ele promete, também,  capacidade de produção em escala industrial pelo Instituto Butantan, ligado ao governo do estado.

Agora, a Anvisa vai analisar os dados das pesquisas clínicas com animais da vacina paulista, a partir daí, podendo avaliar a proposta do estudo, o número de participantes e os dados de segurança até o momento.

A fase 1 estuda a melhor maneira de utilização do produto (quantidade de doses, por exemplo). A fase 2, analisa a segurança do produto (efeitos colaterais, por exemplo). A fase 3 investiga a eficácia do imunizante, testando em grupos maiores.

O que você precisa saber sobre anúncio da ButanVac

Segundo o governador João Dória (PSDB) e representantes do instituto, durante um pronunciamento, na manhã desta sexta-feira (26), o Instituto Butantan está em fase de desenvolvimento com o projeto de seu próprio imunizante, que se chamará “Butanvac”.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes anunciou, durante a tarde, uma vacina apoiada pelo Governo, horas depois de Doria anunciar a Butanvac.

Segundo Pontes, a vacina, ainda sem nome definido, foi desenvolvida pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (SP). O anúncio foi feito em coletiva no Palácio do Planalto, ao lado do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

À noite, a Escola de Medicina Icahn do Instituto Mount Sinai, nos Estados Unidos, afirmou à Folha que a ButanVac, anunciada pelo Instituto Butantan como a primeira vacina brasileira, foi desenvolvida por eles.

A informação foi dada por Peter Palese, pelo diretor e professor do departamento de microbiologia do instituto.

São Paulo na Fase ‘Roxa’

O governo do estado de São Paulo irá prorrogar as restrições da fase emergencial por mais quinze dias. A extensão das medidas do Plano SP foram confirmadas por meio de fontes do governo estadual, consultadas pela emissora.

Na fase emergencial, também conhecida como “fase roxa”, as aglomerações são proibidas. A fase está em vigor no estado desde o dia 15 de março, e iria inicialmente até dia 30. Leia a matéria completa.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Pesquisadores da USP encontram coronavírus na gengiva de vítimas

Onyx Lorenzoni cita ‘lockdown dos insetos’ e contradiz a ciência

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você