Técnico do ‘The Voice +’ escancara o pior que vivenciou na sua banda e deixa fãs chocados

Por: David Mesquita | 14/04/22 - 14:33

Toni Garrido, que integrou a equipe de técnicos no ‘The Voice +‘ (TV Globo), abriu o jogo e revelou o que ninguém sabia sobre sua relação com um dos membros da sua banda, Cidade Negra.

+ Saiba as últimas notícias da música

O cantor concedeu entrevista ao portal online g1 para comentar sobre as acusações de agressões e roubo de instrumentos dentro do grupo.

De acordo com Toni e o baixista Bino Farias, que são a dupla restante da banda, desde 2014, os dois estão em disputa judicial pelo uso do nome Cidade Negra, além deles terem passado por agressões pelo ex-baterista Lazão.

Eu não queria expor essa sujeirada toda, porque o fã não merece“, mencionou Toni durante a entrevista, pontuando que a banda de reggae segue somente ele e Bino.

No mesmo relato, o técnico do ‘The Voice +’ revelou que as agressões de Lazão começaram em 2014 e 2015: “Lazão começou a ficar violento, dentro do próprio grupo, com a gente. Então, um dia ele me deu um soco no olho que rasgou meu olho e saiu sangue”.

Bino, inclusive, relembrou e comentou uma cena de agressão: “Todo mundo foi passar o som e ele não foi passar… De repente o Lazão faz um comentário com o roadie dele no camarim que o som dele não estava bom. E o Toni simplesmente comentou ‘Pô, Lazão, por isso que é importante sempre se passar o som’, com isso ele teria recebido um soco“.

Roubo de equipamentos da banda foi devastador para Toni Garrido

Porém, a situação não parou por aí. A pandemia de Covid-19 ainda evidenciou outro problema sério: o do roubo de equipamentos. Os dois músicos revelaram o fato constrangedor ao elencar os motivos pelos quais o grupo musical está, de fato, chegando ao fim.

Toni informou que os instrumentos musicais estavam na casa de Lazão, já que ele possuía um estúdio próprio. Na hora de buscá-los, no entanto, nada saiu como o planejado. O engenheiro de palco, amigo dos integrantes, foi proibido de entrar na casa dele durante cerca de um mês.

Essa situação foi devastadora para Toni: “Aí um dia, falando, eu tenho a gravação… e ele fala exatamente o seguinte: ‘os instrumentos do Toni? aquelas guitarras? Tudo podre, tudo estragado, aquelas m*rd*s todas? Quer saber? Vendi, vendi tudo mesmo“, revelou o cantor.

Chateado com todo o desenrolar da história, Toni questionou a atitude do ex-colega: “Por que não vendeu as coisas dele? É o meu equipamento que eu trabalhei, tem uma guitarra verde que eu adoro, que eu passei a vida inteira atrás de uma guitarra verde… e ele foi lá… viajei o mundo até conseguir aquela guitarra. Ele vendeu”.

SAIBA AS ÚLTIMAS NOVIDADES DO MUNDO DA MÚSICA:

+ Ex-cantor gospel se declara como mulher trans: “quem realmente sou”

+ Cantora Mila: quem é a nova paixão do apresentador Yudi Tamashiro?

+ kim Kardashian revela algo inusitado sobre Kanye West e comentário impressiona web

Confira tudo que está rolando no BBB22 e as fofocas mais quentes do dia!