Pagamentos de direitos autorais de músicas caem 15% no primeiro trimestre de 2021

Sem previsão de shows e grandes eventos, artistas continuam sofrendo os impactos da pandemia de COVID-19 sobre suas receitas

Por: Gabrielle Gonçalves | 06 maio - 20:27

Os pagamentos de direitos autorais de músicas caíram 15% entre janeiro e março deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pelo Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) nesta quinta-feira (06).

Foto: Pixabay

Sem previsão de retorno dos shows e de grandes eventos e com as restrições de funcionamento dos estabelecimentos comerciais no Brasil, os artistas continuam a sofrer com os impactos da pandemia de COVID-19 nos rendimentos sobre os pagamentos de direitos autorais.

No primeiro trimestre de 2021, o Ecad repassou R$ 191,2 milhões a 159 mil autores, músicos, intérpretes, editoras, produtores fonográficos e associações de música. No ano passado, esse valor foi de R$ 226,1 milhões, considerando o mesmo período.

Esses impactos foram ainda mais graves nos setores de Carnaval e Festas de fim de ano e Cinema, que arrecadaram uma verba 85% menor do que em 2020. O mesmo cenário pôde ser observado no segmento de Shows e Eventos, que acumulou uma perda de 81% no mesmo período.

“Sabemos que essa é uma batalha complicada, mas temos feito o possível para amenizar o impacto da pandemia. Esse tem sido um esforço constante da gestão coletiva da música”, afirmou a superintendente executiva do Ecad, Isabel Amorim, no site oficial da instituição. Segundo ela, o escritório tem trabalhado para tentar aumentar os valores pagos por direitos autorais pelas plataformas de streaming.

LEIA MAIS:

Reino Unido faz primeira rave teste sem distanciamento social

Justin Bieber anuncia datas para a nova turnê, “Justice World Tour”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você