No álbum “Kamikaze”, Eminem aprimora a arte de fazer inimigos e ataca rappers rivais

O rapper, de 45 anos, fez de sua própria raiva o combustível do novo disco

Por: João Paulo Soares | 03 setembro - 11:45 AM | comentários

Eminem não poupou palavras e fez diversos ataques no seu 10º álbum, intitulado “Kamikaze”, lançado de surpresa na última sexta-feira (31). O rapper não fez distinção de alvos e atacou desde o presidente Donald Trump até outros rivais, como Drake, Lil Yatchy, Lil Pump e Tyler The Creator.

Com isso, o rapper de 45 anos, fez de sua própria raiva o combustível do novo disco. Se o álbum anterior tinha tinha 77 minutos e parceria com grandes nomes do pop, como Beyoncé, Pink e Ed Sheeran, “Kamikaze” é composto por 13 músicas em 45 minutos.

De surpresa, Eminem lança novo álbum “Kamikaze”

Neste novo trabalho, Eminem afirmou que o Serviço Secreto o investigou após ele atacar o presidente Donald Trump, no ano passado, e divulgar um vídeo. “Trump é um kamikaze que provavelmente vai causar um holocausto nuclear”, disse ele em 2017.

Na faixa “Stepping Stone”, o rapper também fala sobre o sentimento de declínio de seu sucesso. “Um minuto você é um merda, mas seu público se divide / Você já pode sentir que o clima está começando a mudar / Para esses garotos você não existe mais/… E no momento em que seu reinado acabou, você dificilmente será perdido”.

Deixe seu comentário