Modelo acusa cantor Robin Thicke de assédio sexual durante gravação do clipe de “Blurred Lines”

Saiba todos os detalhes da polêmica!

Por: David Mesquita | 06 outubro - 18:37

Infelizmente, mais um caso de assédio sexual no mundo da música!

Em sua biografia, intitulada “My body”, a modelo Emily Ratajkowski acusa o cantor Robin Thicke de assédio sexual durante a gravação do clipe de “Blurred Lines”, grande sucesso do artista em parceria com os cantores Pharrell Williams e T.I.

Segundo trechos da obra divulgados pelo jornal britânico The Sunday Times, Emily alega que Robin estava embriagado no dia e “tocou os seus seios” enquanto filmavam o clipe, em 2013.

“De repente, do nada, eu senti a frieza e a estranheza das mãos de um estranho envolvendo meus seios nus por trás. Eu instintivamente me afastei, olhando para Robin Thicke. Ele deu um sorriu bobo e cambaleou para trás, os olhos escondidos atrás dos óculos de sol. Minha cabeça se voltou para a escuridão além do set. A voz [da diretora Diane Martel] falhou quando ela gritou para mim: ‘Você está bem?’”, menciona o trecho divulgado pelo jornal.

As acusações sobre o cantor foram confirmadas pela diretora do clipe, Diana Martel: “Lembro do momento em que ele agarrou os seios dela. Um em cada mão. Ele estava de pé atrás dela enquanto os dois estavam de perfil. Eu gritei com minha voz agressiva do Brooklyn: ‘O que diabos você está fazendo, é isso! A sessão acabou!”.

No livro, a modelo ainda disse: “Empurrei meu queixo para a frente e encolhi os ombros, evitando contato visual, sentindo o calor da humilhação bombear meu corpo. Eu não reagi — não realmente, não como eu deveria”.

Até o momento, Robin Thick não se manifestou sobre as acusações de Emily.

MAIS DE MÚSICAS:

Chris Brown e Drake estão sendo acusados de plágio por famoso hit; saiba detalhes

Justin Bieber anuncia venda de produto inusitado com nome de sua música e surpreende fãs

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:


Inscreva-se no BOMBOU!

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você