Gusttavo Lima, Ludmilla e Alexandre Pires fazem show para 500 convidados no Copacabana Palace e revoltam internautas

Artistas se apresentaram na festa de aniversário de um bicheiro nesta sexta-feira (14). No mesmo dia, o país ultrapassou a marca de 432 mil mortos pela COVID-19

Por: Gabrielle Gonçalves | 15 maio - 13:23

Na última sexta-feira (14), quando o Brasil ultrapassou a marca de 432 mil mortos pela COVID-19, uma festa com 500 convidados acontecia no Copacabana Palace. Entre os artistas famosos que se apresentaram no palco estavam Gusttavo Lima, Ludmilla, Alexandre Pires, Mumuzinho e Dudu Nobre.

Segundo informações do site Metrópoles, o evento fechado ocorreu em comemoração ao aniversário do bicheiro Adilson Coutinho de Oliveira. Para despistar os curiosos, a entrada foi feita pela porta dos fundos do hotel, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Na portaria, as pessoas recebiam máscaras para entrar no prédio.

A jornalista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, conseguiu imagens dos shows e as publicou em seu Twitter. Confira abaixo!

A informação causou revolta dos internautas nas redes sociais. “Se esse show da Ludmilla, Mumuzinho e Gusttavo Lima fosse na favela, eles seriam presos igual foi com o Belo?”, questionou uma usuária do Twitter. “Essa turma da festa do Copacabana Palace é a mesma que se pegar o Corona vai botar a culpa na folga da empregada?”, sugeriu outro.

Dias antes do show, a cantora Ludmilla havia usado o Twitter para criticar o governo pela condução da crise causada pela pandemia. “A morte de milhares de brasileiros pela COVID-19 tem culpados e todos estão sentados em suas cadeiras no Palácio do Planalto. Inadmissível o governo recusar milhões de doses da vacina da Pfizer, vacinas essas que salvariam milhares de vidas. O que mais falta, Brasil?”, escreveu ela no post.

Até o momento desta matéria, a assessoria da cantora não se posicionou sobre o assunto. Ainda não há esclarecimentos por parte de Mumuzinho, Dudu Nobre e Alexandre Pires.

Já o Gusttavo Lima havia publicado um vídeo em seu Stories do Instagram horas antes da apresentação, fazendo o teste da COVID-19. Ao Metrópoles, a assessoria do sertanejo se manifestou: “O Gusttavo Lima foi contratado como artista, como os demais. Fizeram o show dentro das normas de segurança do Rio de Janeiro. Todos os protocolos foram seguidos, inclusive, testes foram realizados em todos os presentes no local. Os 500 convidados eram 40 % da capacidade do local. Estava dentro das normas”, afirmou.

O Copacabana Palace procurou a coluna de Fábia Oliveira e enviou uma nota que dizia: “O Copacabana Palace informa que, para realização do evento do dia 14 de maio nas dependências do hotel, foram cumpridas todas as exigências e obrigações legais estabelecidas pelo decreto n° 48.845, publicado em 7 de maio de 2021 no Diário Oficial do Município. O Copa reforça para seus contratantes externos que o comprometimento com as recomendações das autoridades é um pré-requisito para que os eventos aconteçam. Adotamos um protocolo de prevenção e combate à Covid-19 de acordo com as regras vigentes, de modo que a saúde e segurança de hóspedes, funcionários e clientes são nossa maior prioridade”.

LEIA MAIS:

Gusttavo Lima faz live presencial com público de 500 pessoas e é criticado na web

Após ser enganado, Lucas Lucco se retira de festa com aglomeração

MC PK Delas rebate críticas após promover festas com aglomeração: “Quem cancela é Deus”


Inscreva-se no BOMBOU!

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você