Entrevista: CHAMELEO e Carol Biazin falam sobre carreira, representatividade e parceria no hit ‘Enigma’: “Foi super natural esse encontro”

Cantores revelam curiosidades e colaboração na música

Por: David Mesquita | 05 agosto - 18:31

O novo hit da parceria de CHAMELEO e Carol Biazin já é um sucesso!

A música “Enigma” também ganhou um super clipe que exibe uma atmosfera chique, envolvente e cheia de referências estéticas ligadas à moda, encantou os fãs.

Para falarem sobre a nova fase musical, carreira, representatividade, entre outras curiosidades e novidades, CHAMELEO e Carol Biazin deram uma entrevista exclusiva para a Metropolitana FM. 

Confira:

Como foi o processo colaborativo de “Enigma”?

Eu conheci o trabalho da Carol em um camping de composição há dois anos atrás, quando estávamos compondo pro álbum de uma amiga em comum. A partir daí comecei a acompanhar ela e me apaixonei pelo trabalho da Carol. Ficamos “webfriends” desde então (risos). Quando eu pensei na música, na hora me veio na cabeça “preciso mandar essa música pra Carol Biazin”, ela se apaixonou no primeiro momento pela música também e foi super natural esse encontro. Ela ajustou algumas partes da música, principalmente na parte dela e foi o toque final.

Antes da parceria musical, vocês já eram amigos? Como se conheceram?

Eu conheci o trabalho da Carol em um camping de composição há dois anos atrás. A gente tava compondo pro álbum de uma amiga, a Jenni Mosello. Conheci a Carol lá e me apaixonei pelas composições, pela voz e pela sonoridade dela.

No vídeo musical de “Enigma” é possível ver cenas enigmáticas e sensuais, em uma atmosfera chique, envolvente e cheia de referências estéticas ligadas à moda. Como foi essa ideia para a gravação do clipe?

Bom, a música é “Enigma” né, então ela tem uma vibe toda enigmática, sensual e mais densa. Então eu sabia que queria trazer algo bem conceito para esse clipe. Conversando com a Leticiah Futata, que é a diretora, que já tem uma estética preto e branco, ela propôs a gente fazer o clipe monocromático, e eu achei que “super” casou com a vibe. Eu já imaginava algo super chique, sensual, e foi um casamento “babado”.

Já pensam em outra colaboração musical?

Para o meu álbum já pensei e já fiz algumas colaborações, inclusive (risos). Com a Carol em Enigma, além de mais quatro parcerias inéditas com outros grandes artistas.

Perguntas para o CHAMELEO:

CHAMELEO você já faz parte do cenário da música pop atual. Quem são os artistas (nacionais e internacionais) que mais influenciaram em sua carreira musical?

Olha, nacionais desde Os Mutantes até a Pabllo Vittar. E internacional eu adoro consumir música de países diferentes, então tem o Mahmoud na Itália, Rosalía, Nathy Peluso e o cantor russo, Angel Ulyanov.

Para quem não sabe, CHAMELEO é o nome artístico do cantor. Como surgiu a ideia desse nome?

CHAMELEO vem de camaleão. Eu sempre fui apaixonado por répteis, principalmente pelo camaleão e toda simbologia que ele traz de adaptação, transformação, de regeneração e sempre se propondo a se mudar, trocando de pele. E o meu nome é Léo, então CHAMELEO é uma junção disso camaleão e meu nome.

Para você como surge o processo de inspiração para compor?

Nos momentos mais aleatórios. Qualquer coisa pode inspirar uma música né, um acontecimento, uma pessoa ou uma história, seja vivida por mim ou que eu escuto de alguém. Acho que é muito relativo, depende muito do estado de espírito que você se encontra. Se você está naquele momento criativo, literalmente tudo pode se transformar numa música. Como foi no caso de ”Enigma”, que é o nome da minha gata, foi aí que surgiu a ideia de escrever uma música com nome de Enigma e busquei o que essa palavra simbolizava na minha vida e o que eu poderia trazer com ela em forma de música.

Você é um artista LGBTQIAP+. Na sua opinião, como sua música pode contribuir para dar voz e força para esse público que ainda sofre muito com o preconceito?

Acredito que a arte e a música podem empoderar nossa comunidade, a música também é uma expressão, ela pode dar voz ao movimento LGBTQIAP+ e fazer nos orgulhar de quem somos.

Você já cantou com Pabllo Vittar e recentemente com a Carol Biazin. Como você escolhe os artistas que quer fazer parcerias musicais?

São artistas que admiro muito, escolho pela personalidade, a musicalidade, a voz e a presença. Além do que busco por músicos que sou fã (risos).

Tem algum artista que você deseja fazer uma super colaboração musical?

Tem bastante! Luísa Sonza, Duda Beat, Nathy Peluso, Mahmood e mais alguns que já estão presentes no meu álbum.

Pode dar algum spoiler sobre o novo álbum de estúdio?

Vai ser um álbum pop e eclético! Pude trabalhar com artistas que admiro muito! Por enquanto é isso!

Perguntas para a Carol:

Carol como foi gravar a música “Enigma” com CHAMELEO?

Foi muito importante participar de Enigma. Foi um estilo que eu nunca tinha feito, eu praticamente troquei de pele ali e virei outra artista por um segundo para entrar no universo do CHAMELEO. E ao mesmo tempo a gente conseguiu fazer a ligação da Carol Biazin na música, com os vocais e parte da melodia.

Carol você lançou recentemente o álbum “Beijo de Judas”. Como foi o processo de criação desse disco?

“Beijo de Judas” eu criei durante a pandemia, gravei várias coisas em casa. Foi bastante demorado, quase um ano pra fazer o Beijo de Judas, então se contar desde a primeira música do projeto, que foi “Rolê”, faz mais de 2 anos. Foi um álbum criado lentamente, com muita calma, pra a gente conseguir fazer um trabalho coeso.

Você já fez parceria com Gloria Groove e Luísa Sonza. Como você escolhe os artistas que quer fazer parcerias musicais?

Todas as parcerias que eu escolhi, o Vitão, a Luísa e a Glória, são pessoas que eu admiro muito. Começa muito por isso, por uma admiração, artistas que sou fã e diferentes de mim. Fizemos os convites, eles aceitaram e foi muito tranquilo todo o processo. Até a Luísa e o Vitão já eram amigos próximos a mim e a Glória eu já era fã número um dela na época, então fez todo o sentido pra mim.

Tem algum artista que você deseja fazer uma super colaboração musical?

Eu já falei sobre isso algumas vezes, mas eu tenho muita vontade de fazer uma colaboração com a Priscila Alcântara, que eu acho uma artista incrível e tem tudo pra dar certo. Além da Ludmilla que eu acho fantástica. Então, no momento são essas duas que tenho vontade de colaborar.

No clipe de “Tentação” você beija Luísa Sonza na boca. Por que você acha que a cena de beijo entre duas mulheres ainda causa uma certa polêmica atualmente?

São dois pontos muito importantes, primeiro que temos um país muito homofóbico e segundo que não é algo que vemos na mídia e não é tratado com naturalidade. O que acaba sendo estranho para algumas pessoas. Para mim é algo natural, mas para outros pode ser um bicho de sete cabeças.

Pode dar spoiler sobre seus projetos musicais ainda em 2021?

Vou terminar de lançar “Beijo de Judas”, falta uma faixa com uma participação especial. E também pretendo lançar alguns singles.

LEIA TAMBÉM:

Entrevista: Rapper PK dá spoiler sobre seus novos projetos musicais: “Vai vir muita coisa braba”

Entrevista: MC Zaac fala sobre sua nova fase musical e revela quais cantores ele quer fazer uma parceria

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:


Inscreva-se no BOMBOU!

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você