Cantora Sophie, primeira artista trans indicada ao Grammy, morre aos 34 anos

Ela já trabalhou ao lado de Madonna e Charli XCX

Por: David Mesquita | 30 janeiro - 15:26

A artista Sophie, que é cantora, produtora e DJ, faleceu aos 34 anos. A confirmação da morte foi dada pela assessoria da escocesa, enquanto amigos próximos, fãs e a gravadora PAN, da qual era contratada, lamentaram nas redes sociais neste sábado (30).

De acordo com informações da Future Classic, empresa que agenciava a carreira da cantora e produtora de música eletrônica, a morte aconteceu por volta das 4h em Atenas, Grécia, onde ela vivia. Segundo o comunicado, Sophie escalou um lugar alto para ver a lua, escorregou e caiu.

Reconhecida no Grammy

Nascida em Glasgow, na Escócia, o trabalho de Sophie ficou marcado pela presença forte da música pop com o peso dos sintetizadores nas canções. Fortalecida na carreira, em 2019 ela se tornou a primeira artista transgênero a ter uma indicação ao Grammy, quando entrou entre os concorrentes da categoria de ‘Melhor Álbum de Dance e Eletrônica’.

O reconhecimento veio já com o disco de estreia no cenário musical: ‘Oil of Every Pearl’s Un-Insides’. “Ser trans é algo que está ganhando força e é para colocar seu corpo mais em linha com sua alma e espírito para que os dois não lutem um contra o outro e lutem para sobreviver”, disse Sophie em entrevista na época.

Na produção

Mas não só com a voz veio o destaque de Sophie. A escocesa também se tornou conhecida por escrever e produzir para outros artistas, como foi com Charli XCX, por exemplo. Em parceria com a britânica, Sophie colaborou com faixas como “Vroom Vroom”.

Já com Madonna, ela deu as caras no hit “Bitch, I’m Madonna”, uma das faixas escolhidas para o álbum “Rebel Heart”, lançado em 2015.

Famosos se pronunciam

Nessa linha, quem se pronunciou sobre a partida da cantora escocesa foi a cantora Heloise Letissier, conhecida pelo trabalho como Christine and the Queens. “Sophie foi uma produtora estelar, uma visionária, uma referência. Ela se rebelou contra uma sociedade limitada e normativa sendo um triunfo absoluto, tanto como artista ou como mulher. Eu não acredito que ela se foi”, escreveu no Twitter.

Sam Smith também comentou sobre a morte precoce da cantora: “Notícias comoventes. O mundo perdeu um anjo. Uma verdadeira visionária e ícone da nossa geração. Sua luz continuará a inspirar muitas gerações. Pensando na família e nos amigos de Sophie neste momento difícil”.

LEIA TAMBÉM:

Pabllo Vittar é destaque em premiação internacional e concorre com Sam Smith, Miley Cyrus e Lady Gaga

BBB21: Gilberto cai no choro ao falar sobre importância da Pabllo Vittar em sua vida

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:

 

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você