Metropolitana FM

Após decisão liminar, deputada Carla Zambelli apaga vídeo de Netinho cantando “Milla”

Após dez dias dias de disputa judicial, a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) apagou o vídeo de Netinho cantando “Milla”. A novidade aconteceu um dia depois de uma decisão liminar que estabelecia que ela pagasse R$ 5 mil por dia que mantivesse a gravação no seu canal do YouTube.

Foto: Reprodução/Instagram/TV Globo

Ainda assim, o autor da música, Manno Góes vai seguir com a ação por danos morais e materiais por causa do tempo que o vídeo ficou no ar. O conteúdo foi apagado pela deputada sem que ela comunicasse o juiz Érico Rodrigues Vieira, da 3ª Vara Cível de Salvador (BA), responsável pelo caso.

Antes da ação, Manno Góes havia notificado extrajudicialmente Carla Zambelli para a retirada do vídeo. A política não o fez e ele acionou a Justiça.

Tudo começou quando Zambelli filmou Netinho cantando “Milla” em um ato pró-Bolsonaro no dia 1º de maio, na Avenida Paulista, em São Paulo. Em resposta, o compositor da canção, Manno Góes, foi ao Twitter para dizer que não autorizava o uso de “Milla” pelo cantor e que havia entrado na Justiça para a exclusão do material.

O juiz justificou a decisão liminar dizendo que o compositor de “Milla” “não autorizou seu uso, posto divergir dos ideais políticos da usuária ré, sobretudo, da mensagem veiculada que faz uso indevido da canção pertencente àquele”. A deputada também deverá “abster-se de utilizar a referida canção ou qualquer outra pertencente ao autor sem sua prévia e expressa autorização”. Os pedidos de indenização por danos morais e materiais ainda serão analisados.

LEIA MAIS:

Juiz estabelece multa de R$ 5 mil por dia que deputada Carla Zambelli mantiver no ar vídeo de Netinho cantando ‘Milla’

Daniela Mercury diz que vai gravar “Milla” depois de desentendimento entre Netinho e compositor

Netinho canta “Milla” em ato pró-Bolsonaro e irrita compositor da música: “débil mental”


Inscreva-se no BOMBOU!

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

BOMBOU!

Você também vai gostar: