Além da Luísa Sonza: veja outros cantores que se assumiram LGBTQIA+ em 2021

A loira se declarou bissexual na última semana

Por: Gabrielle Gonçalves | 10 maio - 20:25

Após o lançamento do clipe de “Tentação”, no qual aparece beijando a também cantora, Carol Biazin, Luísa Sonza utilizou o seu Twitter para se assumir bissexual. “Não tem jeito melhor do que se libertar por meio da arte”, escreveu ela, que ainda confirmou: “E pra quem quiser saber, sim, sou [bissexual]”.

Luísa Sonza e Carol Biazin no clipe de “Tentação”. Foto: Reprodução/Instagram

Mas, além de Luísa, você se lembra de outros cantores que também se assumiram LGBTQIA+ em 2021? Listamos alguns deles, confira!

Joshua Bassett

Foto: Reprodução/Instagram

O ator e cantor, Joshua Bassett – famoso pelo seu papel de Ricky Bowen em High School Musical: The Musical: The Series – participou de uma entrevista à Clevver News nesta segunda-feira (10). Nela, o artista se derreteu em elogios ao falar sobre o ex-One Direction Harry Styles e finalizou a frase com um “acho que estou me assumindo”.

“Eu acho que ele é um cara legal. Ele não fala muito, mas quando fala, fala muito bem. As coisas que ele fala, tipo… Ele é muito legal. Quem não acha que Harry Styles é legal? Além do mais, ele é gostoso, sabe? Ele é muito charmoso também. Ele é muitas coisas. Acho que esse é o vídeo em que eu estou me assumindo”, disse ele.

Lil Nas X

Foto: Reprodução/YouTube

Na verdade, não foi em 2021 que Lil Nas X se assumiu homossexual – ele já havia se declarado gay publicamente em 2019. Mas, neste ano, depois de ter lançado seu mais novo single, “Montero (Call Me By Your Name)”, o cantor falou abertamente sobre a sua sexualidade e revelou uma carta que ele escreveu para si mesmo, aos 14 anos.

“Caro Montero de 14 anos. Eu escrevi uma música com o nosso nome. É sobre um cara que conheci no verão passado. Sei que prometemos nunca revelar publicamente, sei que prometemos nunca ser ‘aquele’ tipo de gay, sei que prometemos morrer com o segredo, mas isso abrirá portas para muitas outras pessoas queer simplesmente existirem”, escreveu no Instagram.

Demi Lovato

Foto: Reprodução/Instagram

Em março deste ano, a Demi Lovato participou do podcast “The Joe Rogan Experience”. Nele, a diva do pop, que já havia declarado ser parte da comunidade LGBTQIA+ anteriormente, se assumiu pansexual –  quando a atração é independentemente do sexo ou da identidade de gênero das pessoas.

“Estou tão fluida agora, e uma parte da razão pela qual estou tão fluida é porque eu estava super fechada”, disse ela. O apresentador do programa perguntou se isso significava que ela gostava de homens e mulheres e como isso se chamava. A cantora, então, respondeu: “É, pansexual. (Eu gosto de) tudo, na verdade”. Ela ainda brincou dizendo que já ouviu alguém chamando a comunidade LGBTQIA+ de “máfia do alfabeto” e gostou do nome. “Faço parte da ‘máfia do alfabeto’ com orgulho”, disse Demi.

Halsey

Foto: Reprodução/Instagram

A cantora Halsey já havia deixado claro que é pansexual e não-binária (que não se identifica com nenhum gênero) anteriormente. Mas, neste ano, a artista resolveu mudar a sua biografia no Instagram para reforçar isso. Ela escreveu “she/them (ela/eles, em tradução livre) para indicar por quais pronomes gostaria de ser tratada.

“Para quem pergunta sobre minha biografia atualizada do Instagram: estou feliz com qualquer um dos pronomes,” escreveu nos Stories do Instagram. “A inclusão de ‘they’ além de ‘she’ parece mais autêntica para mim. Se me conhece, sabe o significado para mim expressar isso externamente. Obrigada por serem os melhores”, completou Halsey.

Kehlani

Foto: Reprodução/Instagram

No início de abril deste ano, a cantora Kehlani usou o espaço em uma live no Instagram para fazer uma revelação sobre sua orientação sexual. A dona do hit “Nights Like This” , que havia se declarado pansexual anteriormente, revelou que, na verdade, é homossexual.

“Querem saber uma novidade sobre mim? Eu finalmente sei que sou lésbica”, disse ela. “Eu acho que muitos artistas sobre os quais falamos e dizemos: ‘Oh, eles tiveram que se assumir ou tiveram que fazer isso’, muitos deles não conseguem esconder [a sexualidade]. Muito está na forma como eles se apresentam. É mais difícil para eles. É mais difícil para artistas trans. ‘É mais difícil para homens negros gays. É mais difícil para mulheres negras gays ‘masculinas’”, continuou ela.

LEIA MAIS:

Luísa Sonza se assume bissexual e recebe apoio de fãs: “Não tem jeito melhor do que se libertar por meio da arte”

Vitão vibra com beijo de Luísa Sonza e Carol Biazin: “Muita saúde”

Produtor relembra capa com beijo de Paulo Gustavo em namorado: ‘contribuição ao movimento LGBTQIAP+’

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:

 

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você