Adeus Tony Bennett! Cantor que faleceu aos 96 anos já cantou com Lady Gaga e Amy Winehouse; relembre os duetos

Por: David Mesquita | 21/07/23 - 16:01
Atualizado: 21/07/23 - 20:48

Tony Bennett, estrela do jazz e da música pop, morreu nesta sexta-feira (21), aos 96 anos, em Nova York (EUA). A notícia foi confirmada pelo jornal Daily Mail e pela revista Variety.

+ Saiba as últimas notícias da música

Vale destacar que o astro internacional estava com um grave problema de saúde. Ele tinha sido diagnosticado com a doença de Alzheimer em 2016, mas continuou com sua carreira musical até 2021, quando se aposentou do mundo da música.

Até o momento, não há informação exata sobre a causa da morte do cantor.

Tony vendeu milhões de álbuns em todo o mundo e venceu 20 Grammys. No mundo da música, também repercutiu suas parcerias com cantores como Lady Gaga e Amy Winehouse (1983 – 2011), renovando seu público ao gravar duetos com essas famosas cantoras. Relembre essas colaborações INCRÍVEIS:

Lady Gaga

No álbum “Duets II“, lançado em setembro de 2011, Tony Bennett entrou em estúdio com Lady Gaga para a gravação do hitThe Lady is a Tramp“.

Após o sucesso da canção, os dois artistas repetiram a parceria em 2014, dessa vez com o álbum de jazz “Cheek To Cheek“, que foi escolhido como ‘Melhor Álbum Vocal Pop Tradicional’ no Grammy de 2015.

Já em 2021, Tony entrou em estúdio pela última vez com a Mother Monster, e os dois lançaram mais um álbum, o “Love For Sale“. A parceria, mais uma vez, foi premiada em duas categorias do Grammy de 2022: ‘Melhor Álbum Vocal Pop Tradicional’ e ‘Melhor Engenharia de Som de Álbum Não Clássico’.

Vale destacar que após diagnóstico de Alzheimer, Tony lembrou nome de Lady Gaga em último show.

Amy Winehouse

Também no álbum “Duets II“, Tony Bennett gravou a faixa “Body and Soul” com Amy Winehouse (1983 – 2011), sendo a última música lançada pela cantora. A canção ganhou o Grammy 2012 na categoria de ‘Melhor Performance Pop por Duo ou Grupo’.

Depois da morte de Amy, Tony comunicou que chegou a dar conselhos para a cantora: “Eu estava convencido de que conseguiria conversar e ajudá-la a largar as drogas”.

Após a notícia da morte de Amy, Tony lamentou o falecimento da artista e disse em entrevista para a revista Us Weekly: “Ela foi extraordinária, com uma intuição rara como vocalista e estou realmente arrasado que seu talento excepcional chegou a um fim tão cedo. Ela era uma pessoa adorável e inteligente. Quando nós gravamos juntos, ela fez uma performance comovente”.

SAIBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO MUNDO DA MÚSICA INTERNACIONAL:

+ A MAIOR! Cidade decreta ‘Dia da Beyoncé’ para comemorar a passagem do show da cantora

+ Harry Styles passa por brincadeiras perigosas ao viver diversas aventuras no circo; veja o clipe do hit “Daylight”

+ Está tudo bem? Madonna posta primeiras selfies e tenta tranquilizar fãs após grave problema de saúde