“A putaria tá presente na vida de todo mundo”, diz MC Kevin O Chris sobre funk ‘proibidão’

Nome do momento no cenário do funk, o cantor ainda adiantou que mês que vem "vai sair um feat. 'brabo'"

Por: Marielle Rojas | 24 junho - 10:24

É só abrir a playlist “Funk Hits” do Spotify que logo no top 10 você vai encontrar “Dentro do Carro”, “Vamos Para a Gaiola”, “Ela é do Tipo” e “Evoluiu”, todas músicas de Kevin O Chris, o nome do momento no funk.

Com apenas 22 anos, Kevin já acumula mais de 5 milhões de ouvintes mensais na plataforma de streaming, além de 850 mil seguidores no Instagram. Porém, o trabalho do MC começou há 8 anos, em baile em Duque de Caxias, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Foto: Reprodução/Instagram

“Quando eu tinha 14 anos fui a uma disputa de som e vi o DJ tocando na MPC. Fiquei impressionado com a modernidade do som, com a parte eletrônica, aí virei DJ no baile do Barro Vermelho. Nunca pensei em ser cantor de funk, eu fazia mais produção e composição, mas minha música com o FP estourou e fui nesse ritmo”, revelou ele em entrevista à Metropolitana FM

O primeiro grande sucesso de Kevin O Chris foi “Vamos Pra Gaiola”, em parceria com FP Do Trem Bala, lançada em fevereiro de 2019. Até o momento, o clipe oficial já ultrapassou 4 milhões de visualizações.

Foto: Reprodução/Instagram

Quando questionado sobre suas letras de músicas ‘proibidões’, Kevin é bem direto ao relatar o preconceito. “Eles pensam que a gente é bandido e não acreditam que a gente canta, é o que a gente vê”. Para quebrar essa barreira, o funkeiro garante: “Só continuar fazendo o nosso e mostrando que a gente só tá falando da nossa realidade, sem fazer nada errado”.

“A putaria tá presente na vida de todo mundo, sempre existiu e lá fora é só ver as traduções dos raps, dos hip hops, traps, das músicas, que muitas falam de proibidão e não tem caô. A gente ficar fantasiando as coisas já está sem graça, tem que falar mesmo porque tem gente que quer escutar. Desde a comunidade até a playboyzada. Porque a gente nasceu de uma putaria. Eu também gosto de escrever sobre amor, traição… é uma coisa que existe e tem que ser falada”, completou.

Foto: Reprodução/Instagram

Kevin lembrou outro grande momento de sua carreira, quando subiu ao palco do Lolapalooza 2019 com  o rapper americano Post Mallone. “Foi extraordinário. Aquela multidão de gente cantando junto comigo, na maior animação, foi meu maior público… O Post Mallone é um cara sensacional e ajudou muito minha carreira. Foi uma experiência inexplicável”, descreveu ele.

“É muito fo** ver as pessoas escutando e gostando do meu som e ‘Ela é do Tipo’ ainda mais. Eu sou muito crítico porque eu escrevi o que eu queria e as pessoas aceitaram e geral fala, ouve, compartilha, vários famosos também”, disse ele sobre seu sucesso.

O funkeiro ainda disse que su objetivo é seguir lançando suas músicas e sair em turnê pelo país inteiro. Sem dar mais detalhes, Kevin O Chris adiantou com exclusividade para a Metropolitana FM: “Vai sair um feat. ‘brabo’ no próximo mês!”.