“A música é minha terapia”, diz The Weeknd sobre o processo criativo do seu novo projeto musical ‘The Dawn’

Em entrevista para a revista GQ, o cantor também comentou a polêmica com o Grammy

Por: David Mesquita | 03 agosto - 17:02

The Weeknd é o novo rei da música pop!

O cantor estrela a primeira capa global da história da revista GQ para falar do êxito de “After Hours”, e claro, de sua nova era musical, “The Dawn”.

Na capa e nas páginas da publicação, The Weeknd abandona o terninho vermelho usado na era “After Hours” e revela que tem ao todo uns 21 blazers daquele em casa. “Acho que apenas tentei simbolizar o quão sombria essa cidade pode ser. Criei algo assustador, que era a representação que The Weeknd tinha de Hollywood”, explicou o dono do hit “Save Your Tears”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por GQ (@gq)

Sobre seu novo projeto musical intitulado “The Dawn”, que ele define como “o álbum que sempre quis fazer”, o astro pop abordou o processo de composição dos novos hits.

“Acho que qualquer pessoa quando está triste consegue fazer músicas melhores. As músicas ficam mais emocionais, honestas, catárticas e terapêuticas. Eu definitivamente já fui vítima de querer ficar triste para isso, mas já aprendi a canalizar. Experimentei a escuridão o suficiente em minha vida para uma vida inteira. A música é minha terapia”, declarou o artista.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por GQ (@gq)

Polêmica com o Grammy 

Claro que a rixa entre The Weeknd e o Grammy não passou despercebida pela revista.

Na entrevista, o canadense falou sobre a falta de indicações do aclamado álbum “After Hours” na premiação. “Quando aconteceu, eu tive todas essas ideias e pensamentos. Eu estava com raiva, confuso e triste. Mas agora, olhando para trás, nunca quero saber o que realmente aconteceu”, desabafou o artista, supostamente deixado de lado pelo Grammy após ‘escolher’ se apresentar no Super Bowl.

E continuou: “Eu simplesmente não me importo. Porque essa nunca será a razão pela qual eu faço o que faço. Nunca foi. E estou feliz por poder fazer música e não ter que pensar nisso. Eu nunca estarei nessa conversa novamente. Eu não tenho interesse. Todo mundo fica tipo: ‘Não, apenas faça melhor da próxima vez’. Vou fazer melhor, mas não por você. Eu vou fazer melhor para mim”.

De acordo com The Weeknd, a decisão de não ser indicado ao Grammy foi tomada baseada na existência de “comitês secretos” na organização da premiação musical.

MAIS DE THE WEEKND:

The Weeknd publica tuíte enigmático e deixa fãs ansiosos

The Weeknd conquista mais um recorde histórico com a música “Blinding Lights”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:


Inscreva-se no BOMBOU!

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você