Lázaro Ramos - Biografia, Últimas Notícias, Curiosidades, Idade e muito mais!

Lázaro Ramos é um ator brasileiro, ele foi indicado ao Emmy na categoria de Melhor Ator por sua interpretação como Foguinho na novela Cobras & Lagartos em 2007

O que faz: Ator

Onde nasceu: 01/11/1978 (idade 43 Anos), Salvador, BA

Onde mora atualmente: Rio de Janeiro, RJ

Signo: Escorpião

Elemento do Signo: Água

Biografia Lázaro Ramos

Luís Lázaro Sacramento de Araújo Ramos, mais conhecido como Lázaro Ramos, é um ator, apresentador, diretor, dublador e escritor brasileiro, filho de Célia Maria e Ivan Ramos, o ator tem uma irmã, Vivianne. Natural de Salvador, Bahia, a primeira peça em que Lázaro atuou foi A Bruxinha Que Era Boa, na peça, o ator substituiu o seu primo. A carreira artística do ator começou no Bando de Teatro Olodum quando tinha 15 anos.

O ator é casado com a atriz Taís Araújo desde 2005, o primeiro filho do casal, João Vicente, nasceu em 18 de junho de 2018 e Maria Antônia, filha caçula do casal, nasceu em 23 de janeiro de 2015.

Lázaro Ramos, Taís Araújo e os filhos, Maria Antônia e João Vicente (Foto: Manuela Scarpa / Brazil News)

Lázaro Ramos, Taís Araújo e os filhos, Maria Antônia e João Vicente (Foto: Manuela Scarpa / Brazil News)

Teatro

A primeira peça do ator com o Bando de Teatro Olodum foi Bai Bai Pelô em 1994, nos anos seguintes, Lázaro Ramos atuou nas seguintes peças nos anos 90: Zumbi Está Vivo e Continua Lutando em 1995, A Casa Fechada em 1995, Erê pra Toda Vida em 1996, Ópera de 3 Mirréis em 1996, Cabaré da Raça em 1997, Cabaré da Raça em 1997, Bacantes em 1997, Esmeralda a Vampira fetichista em 1997, Tropicália e Bananas em 1997, Cuida Bem de Mim em 1998, Ópera de 3 Reais em 1998, Um Tal de Dom Quixote em 1998, Dom Quixote de Cervantes em 1999,  A Exceção e a Regra em 1999, Sonho de uma Noite de Verão em 1999.

Em 2000, Lázaro Ramos atuou ao lado de Gustavo FalcãoWagner Moura Vladimir Brichta na peça A Máquina. Em 2002, o ator integrou o elenco das peças Mamãe não Pode Saber e A Ver Estrelas, no ano seguinte, atuou na peça Homem Objeto e, em 2007, Ramos interpretou Fernando Fontes na peça O Método Grönholm.

Em 2015, o ator dirigiu a peça O Topo da Montanha, na peça, Ramos interpretou o ativista norte-americano Martin Luther King, enquanto sua esposa, Taís Araújo, interpreta Camae. O Topo da Montanha segue em cartaz.

Cinema

Lázaro Ramos estreou nos cinemas em 1998 na comédia musical Cinderela Baiana como Chico, na comédia-romântica Woman On Top lançado em 2000, o ator interpretou Max e contracenou com Penélope CruzMurilo Benício Wagner Moura.

Em 2002, o ator interpretou Catrevagem no drama As Três Marias e João Francisco dos Santos/Madame Satã no drama biográfico Madame Satã e, no ano seguinte, Ramos integrou o elenco do drama Carandiru como Ezequiel, do drama O Homem do Ano como Marcão e o drama O Homem que Copiava como André.

Ramos foi um dos protagonistas da comédia Meu Tio Matou um Cara como Éder Fragoso em 2004 e, no mesmo ano, interpretou o Pintor no suspense Nina e Lázaro no curta-metragem TheLastNote.com. Em 2005, o ator integrou o elenco do romance A Máquina como Doido Cético, no drama Cafundó como João de Camargo, no drama Cidade Baixa como Deco, no drama Quanto Vale ou É por Quilo? como sequestrador e no curta-metragem Desejo como Edmilson.

Entre 2006 e 2007, o ator participou dos seguintes longas: do drama O Cobrador (2006) como C, do curta-metragem Ópera do Mallandro (2007) como Mallandro 1, da comédia musical Ó Paí, Ó como o protagonista Roque e da comédia Saneamento Básico – O Filme como Zico.

Em 2011, Ramos interpretou Doutor Walter na comédia dramática Amanhã Nunca Mais e fez um cameo no Priscilla Drag, Eu sou Rica!, no ano seguinte, o ator foi o Narrador do documentário Marighella e foi o protagonista da comédia dramática O Grande Kilapy, no filme luso-brasileiro-angolano, ele interpretou Joãozinho (João Fraga), um anti-herói apolítico.

Lázaro Ramos estreou na dublagem na animação As Aventuras do Avião Vermelho, a animação estreou em 2011 e o ator dublou o personagem Chocolate.

Entre 2015 e 2016, o ator interpretou Vicente no drama O Vendedor de Passados (2015), Geneton na comédia Sorria, Você Esta Sendo Filmado – O Filme (2015), o músico Laerte dos Santos no drama musical (2015) e Nenê no suspense Mundo Cão (2016).

O ator integrou a terceira versão cinematográfica do drama O Beijo no Asfalto em 2018, no drama baseado na peça de Nelson Rodrigues e dirigido por Murilo Benício, Ramos interpreta o protagonista Arandir. No mesmo ano, Ramos foi o Narrador do documentário Mussum, um Filme do Cacetis e dublou Grinch na animação O Grinch, na versão original, o personagem foi dublado pelo ator britânico Benedict Cumberbatch.

Em 2019, Ramos dublou Lance Sterling na animação Um Espião Animação, na versão original, o ator norte-americano Will Smith dublou o personagem e, no mesmo ano, interpretou Jerry na comédia Correndo Atrás. Em 2020, o ator interpretou o Motorista da Funerária no suspense dramático M8 – Quando a Morte Socorre a Vida e Mago Elergun na comédia infantil D. P. A. 3 – Uma Aventura no Fim do Mundo.

Lázaro Ramos foi o protagonista do longa O Silêncio da Chuva em 2021 e, no ano seguinte, o ator integrou o elenco do drama As Verdades como Josué e na comédia dramática Papai é Pop como Tom, o filme foi gravado em 2018 e lançado em 21 de abril de 2022.

Direção

A estreia de Lázaro Ramos como Diretor ocorreu com o filme Medida Provisória, o drama é baseado na peça Namímia, Não! do autor Aldri Anunciação. As filmagens começaram em 2019 e foram finalizadas em 2020, o drama é progonizado por Taís Araújo, Seu Jorge eAlfred Enoch, os atores Cláudio Gabriel, Emicida, Adriana Esteves e Renata Sorrah também integram o elenco do longa.

O longa estreou no cinema internacional no segundo semestre de 2020, o lançamento no Brasil ocorreu em 14 de abril de 2022.

TV

O ator estreou na Rede Globo na minissérie Pastores da Noite, baseada no romance de Jorge Amado, a minissérie foi exibida em quatro episódios no final de 2022. Ramos interpreta Massu e com os seus amigos Martim, Curió, Pé de Vento e Jesuíno, interpretados por Eduardo Moscovis, Matheus Nachtergaele, Tonico Pereira e Luiz Carlos Vasconcelos, que contam suas desventuras nas noites de Salvador, a cafetina Tibéria, interpretada por Fernanda Montenegro, se faz presente em todas as histórias.

Em 2003, Lázaro Ramos interpretou Betinho no quadro O Homem Objeto no Fantástico, Bonifácio no episódio “Negro Bonifácio” na série Cena Aberta, Alemão no episódio “Quem Vai Ficar com Mário?” na série A Grande Família, Agente Edison no episódio “Companheiros” na série Carga Pesada.

Em outubro de 2003, o ator foi um dos protagonistas da série Sexo Frágil como Fred/Priscila/Malu, a série surgiu como um quadro do Fantástico e, com o sucesso, ela se tornou parte da grade da Rede Globo.

Além de Ramos, Sexo Frágil foi protagonizada por Bruno Garcia, Lúcio Mauro Filho, Wagner Moura e Zé Britto. A série teve 20 episódios e ficou no ar até agosto de 2004, Ramos interpretou os personagens novamente no Especial de Fim de Ano Programa Novo em 2004.

Em 2005, Lázaro Ramos foi o repórter dos quadros Instinto HumanoOs 5 Sentidos do Fantástico, o ator interpretou Ezequiel no episódio “Ezequiel, o Azarado” na série Carandiru, Outras Histórias e Formiga no Especial de Fim de Ano Levando a Vida.

O ator interpretou Avareza no quadro Os 7 Pecados Capitais no Fantástico em 2006 e, no mesmo ano, foi escalado para protagonizar a novela das sete Cobras & Lagartos onde interpretou Daniel Miranda Café (Foguinho), por sua interpretação, Ramos foi indicado ao Emmy Internacional na categoria de Melhor Ator. Ramos se tornou o apresentador do programa Espelho em 2006 e segue sendo exibido no Canal Brasil.

A primeira novela em horário nobre que o ator integrou o elenco foi Duas Caras, na novela exibida em 2007, Ramos interpretou Evilásio Caó. Entre 2008 e 2009, o ator foi o protagonista da série Ó Paí, Ó, a série foi uma adaptação do filme lançado em 2007, Ramos interpreta Roque Bahia.

Em 2009, o ator interpretou Monge Masetto na série Decamerão: A Comédia do Sexo e Ludovico/Arquimedes no Especial de Fim de Ano Dó-Ré-Mi-Fábrica. Em 2011, fez uma participação especial com ele mesmo na novela Passione e interpretou André Gurgel na novela Insensato Coração.

Ramos foi o coprotagonista Zé Maria na novela de época Lado a Lado em 2012, seu personagem era o par romântico de Isabelpersonagem de Camila Pitanga. A novela ganhou o Emmy Internacional na categoria de Melhor Telenovela.

Entre 2013 e 2014, o ator participou da série O Dentista Mascarado (2013) como Falso Lázaro Ramos, do episódio “Nosso Amor é Fogo” na série Doce de Mãe (2014) como Francis Farmer, do episódio “Um” da série A Grande Família como Ele mesmo/Agostinho Carrara e interpretou Brian Roberto Benson na novela Geração Brasil (2014).

Entre 2015 e 2018, Lázaro Ramos foi o protagonista Bráulio Pederneiras/Mister Brau da série Mister Brau, a série teve quatro temporadas, 54 episódios e três especiais. A série teve Taís Araújo como Michele Maria Pederneiras/Michele Brau, coprotagonista da série. O personagem de Ramos realizou uma participação especial na novela Rock Story (2017).

Lázaro Ramos foi o Narrador do quadro R1 do Fantástico em 2016, no ano seguinte, foi o apresentador do programa Lazinho com Você e, em 2018, comandou o game show Os Melhores Anos das Nossas Vidas

Em 2020, o ator interpretou o Dr. Guilherme Lemos na série Diário de Um Confinado e foi coprotagonista ao lado de Taís Araújo do segundo episódio da minissérie Amor e Sorte, as séries foram produzidas para o Globoplay. Em 2021, Ramos foi o Narrador do Capítulo 103 da novela Amor de Mãe e interpretou Enzo Costa na segunda temporada da série Aruanas.

Lázaro Ramos interpretou os gêmeos Davi/Michael na quinta temporada da série médica  Sob Pressão.

Literatura

O primeiro livro de Lázaro Ramos foi lançado quando ele tinha 21 anos, Paparutas, durante uma entrevista para o Globo Teatro, Lázaro destacou que o livro infantil aborda “a importância de ter autoestima e valorizar a história de sua família. Esse texto nasceu de memórias da minha infância, acho importante dar valor ao nosso passado”.

Em 2010, Ramos lançou o seu segundo livro infantil, em A Velha Sentada é abordado a reação da criança com a internet. Em 2015, o autor lançou o seu terceiro livro infantil, O Caderno de Rimas do João é baseado em seu filho, João Vicente, nas frases e termos curiosos que ele e outras crianças falam.

Na Minha Pele foi lançado em 2017, o livro adulto traz uma reflexão do autor sobre temas sociais e convida o leitor a embarcar na jornada e vestir a outra pele. Em 2019, Ramos lançou Sinto o que sinto – e a incrível história de Asta e Jaser, o livro infantil ensina as crianças sobre os sentimentos e é normal sentir raiva, medo, amor e outros sentimentos.

Em 2021, Ramos lançou O pulo do Coelho, o livro infantil aborda a importância dos sonhos e como é importante não desistir e, em 2022, o autor lançou Medida provisória: Diário do diretor, o livro é um relato do cotidiano das filmagens do longa Medida Provisória na visão do próprio diretor (Lázaro Ramos).

Contrato com a Amazon

Em setembro de 2021, Lázaro Ramos assinou um contrato de exclusividade com a Amazon Studios, o ator não renovou o contrato a Rede Globo em 2020. O contrato com a Amazon Studios tem a duração de três anos e contempla projetos e produções para o Prime VideoAmazon MusicAmazon Alexa.

Artistas relacionados