Jô Soares - Biografia, Últimas Notícias, Curiosidades, Idade e muito mais!

Jô Soares foi um apresentador brasileiro, considerado o maior humorista do Brasil e comandou os programas: "Viva o Gordo"(1981 -1987), "Jô Soares Onze e Meia"(1988 - 1999) e "Programa do Jô"(2000 - 2016)

O que faz: Apresentador

Onde nasceu: 16/01/1938 (idade 84 Anos), Rio de Janeiro, DF, Brasil

Falecimento: 05/08/2022

Signo: Capricórnio

Elemento do Signo: Terra

Biografia Jô Soares

José Eugênio Soares, mais conhecido como Jô Soares, era um apresentador, ator, diretor, dramaturgo, escritor, humorista e músico brasileiro, filho da dona de casa Mercedes Pereira Leal e do empresário paraibano Orlando Heitor Soares. O apresentador era bisneto do conselheiro Filipe José Pereira Leal e sobrinho-bisneto do ex-governador da Paraíba Francisco Camilo de Holanda.

Jô Soares era poliglota e falava fluentemente cinco idiomas: português, espanhol, francês, inglês e italiano. O apresentador estudou no Colégio de São Bento do Rio de Janeiro e no Colégio São José de Petrópolis, durante a infância, Soares queria ser diplomata e devido a esse sonho ele estudou no Lycée Jaccard em Lausana, na Suíça. Soares percebeu durante os seus estudos que a sua criatividade e senso de humor não seriam bem aproveitados na diplomacia.

TV

Soares estreou na televisão no humorístico Praça da Alegria em 1956, o programa era exibido na RecordTVJô Soares integrou o elenco do humorístico por dez anos. Em 1965, protagonizou a novela de humor Ceará contra 007, a novela da RecordTV teve a maior audiência de 1965.

O último trabalho de Soares na emissora foi o humorístico Família Trapo, na trama exibida entre 1967 e 1971, o apresentador interpretou o Mordomo Gordon. O humorístico foi roteirizado por Carlos Alberto de Nóbrega e por Jô Soares.

Em 1971, o apresentador estreou na Rede Globo no humorístico Faça Humor, Não Faça Guerra, o programa ficou no ar até o final de março de 1973. Entre 1973 e 1975, Soares integrou o elenco do humorístico Satiricom que satirizava os meios de comunicação e, em sua última temporada, satirizava o comportamento humano.

Por seis temporadas, Jô Soares integrou o elenco do humorístico Planeta dos Homens, o programa foi criado pelo apresentador, Max Nunes e Haroldo Nunes. O humorístico foi exibido entre 1976 e 1982.

O primeiro programa solo de Soares foi o programa humorístico de esquetes Viva o Gordo, o programa foi exibido entre 1981 e 1987 e apresentou ao público o Capitão Gay, o personagem foi criado por Max Nunes exclusivamente para o apresentador, considerado pelo público um dos personagens mais famosos interpretado por Soares.

Em 1982, Jô Soares interpretou Coronel Pantoja em um episódio do humorístico Chico Anysio Show e, no ano seguinte, interpretou Mestre Cuca/Rei no Especial de Fim de Ano Plunct, Plact, Zuuum. Entre 1983 e 1987, Soares foi o Comentarista de Cultura do Jornal da Globo.

O apresentador saiu da Rede Globo e assinou contrato com o SBT em 1988, o motivo da saída de Jô Soares da emissora foi porque ele queria renovar a sua carreira e ter um talk-show. 

Em 1988, estreou o humorístico Veja o Gordo, o programa seguia os moldes de seu antigo programa Viva o Gordo e o late-night talk-show Jô Soares Onze e Meia. O humorístico foi exibido no final dos anos 80 na emissora e ficou no ar até 26 de fevereiro de 1990.

No late-night talk-show Jô Soares Onze e Meia teve diversas entrevistas icônicas, como: quando repreendeu o candidato à presidência Fernando Collor por olhar somente para a câmera, a última entrevista de Raul Seixas para uma emissora de TV aberta e por apresentar os Mamonas Assassinas para o Brasil.

O apresentou retornou à Rede Globo em 2000 onde ficou até 2016, Jô Soares apresentou o late-night talk-show Programa do Jô até a sua saída da emissora. Em 2017, Soares foi ao Troféu Imprensa e agradeceu ao Sílvio Santos por permitir que ele se reinventasse. No ano seguinte, tornou-se comentarista do programa Debate Final exibida no Fox Sports.

Vida Pessoal

Jô Soares foi casado com a atriz Therezinha Millet Austregésilo entre 1959 e 1979, o casal teve um filho, Rafael Soares, nascido em 1964, o filho do apresentador era autista. Entre 1980 e 1983, foi casado com a atriz Sílvia Bandeira.

Soares começou a namorar a atriz Cláudia Raia em 1984, o relacionamento do casal durou dois anos. Em 1987, o apresentador oficializou o relacionamento com a designer gráfica Flávia Pedras, o casamento terminou em 1998.

O filho do apresentador, Rafael Soares, faleceu no dia 31 de outubro de 2014 no Hospital Samaritano no Rio de Janeiro, o Programa do Jô exibido em 3 de novembro foi em homenagem ao filho do apresentador.

Artistas relacionados