O que aconteceu com Regina Casé? Atriz sofre acidente grave e quase perde a visão do olho

O que aconteceu com Regina Casé? Atriz sofre acidente grave e quase perde a visão do olho - Metropolitana FM

A renomada atriz Regina Casé compartilhou em suas plataformas digitais na última sexta-feira, 26, uma experiência delicada que enfrentou no final do ano passado: uma “lesão química na córnea” decorrente do uso de cola para cílios postiços. A artista revelou ter passado dois dias sem visão devido aos efeitos adversos do produto.

+ BBB 24: Fernanda vence Prova do Anjo, ganha imunidade e seleciona os castigados no Monstro

Inicialmente, Regina acreditou estar lidando com um terçol, mas ao chegar em Nova York, nos Estados Unidos, durante uma viagem em família, percebeu que a situação estava se agravando. A aplicação da cola de cílios comprometeu a lubrificação dos olhos da atriz, levando-a a buscar auxílio médico.

“Fui cinco vezes ao oftalmologista. Ele [o médico] disse que estava brabo, que parecia as crateras da lua”, lembra Regina. “Foram cinco dias, todo mundo passeava e eu trancada no hotel, sendo que dois dias fiquei sem enxergar. Foi desesperador, um pesadelo, foi muito ruim. Felizmente era reversível, mas foi muito assustador para mim”, contou.

Foto: Reprodução/ Instagram

Veja mais sobre o mundo dos famosos: 

+ BBB 24: Prova do Líder! MC Bin Laden conquista a liderança nesta quinta-feira (25)

+ BBB 24: Yasmin e Wanessa tentam armar plano para tirar Davi de cômodo: “É o nosso quarto. Ele que tem que sair de lá”

+ Jade Picon expõe traição de João Guilherme durante breve romance do ator com Bruna Marquezine

Quais são os riscos da cola de cílios entrar em contato com o olho?

O contato da cola de cílios com os olhos pode acarretar sérios riscos à saúde ocular, sendo uma prática que demanda extrema precaução. Diversas substâncias químicas presentes nesses adesivos podem causar irritações, alergias e, em casos mais graves, lesões na córnea. A área sensível dos olhos é particularmente vulnerável, e o uso inadequado ou o contato direto da cola com os olhos pode comprometer a visão de forma temporária, ou, em casos extremos, permanente.

Os perigos associados a essa prática incluem desde irritações simples até reações alérgicas severas, podendo resultar em vermelhidão, inchaço, coceira intensa e, como no caso de Regina Casé, lesões químicas na córnea. A exposição prolongada ou repetida a esses produtos aumenta o risco de complicações, destacando a importância de seguir cuidadosamente as instruções de uso, escolher produtos de qualidade e, se necessário, buscar a orientação de profissionais especializados para minimizar os riscos à saúde ocular.