Caso Daniel Alves: Defesa muda estratégia de última hora para novo julgamento; veja os próximos passos!

Caso Daniel Alves: Defesa muda estratégia de última hora para novo julgamento; veja os próximos passos! - Metropolitana FM

Durante o desenrolar do julgamento de Daniel Alves, sua equipe de defesa optou por uma nova abordagem: enfatizar que o jogador estava profundamente embriagado no momento do incidente, sugerindo que esse estado poderia ser um fator mitigante em caso de condenação, conforme previsto pelo Código Penal espanhol.

+ Caso Daniel Alves: Médicos revelam a verdade sobre sêmen no corpo da vítima; Detalhes chocam!

Durante o processo, a advogada de defesa, sua esposa Joana Sanz, e outras testemunhas relataram que Alves chegou em casa notoriamente alcoolizado, inclusive sofrendo um acidente ao colidir com um armário antes de cair na cama.

A defesa insiste nessa narrativa na esperança de obter uma redução de pena, dado que o consumo de álcool é considerado um fator atenuante em casos de agressão sexual conforme as leis espanholas. Além disso, Alves demonstrou intensa emoção durante seu depoimento, tendo dificuldade para concluir suas frases.

Daniel Alves

Foto: Reprodução

Fique por dentro de tudo o que acontece no mundo dos famosos:

+ Estrela da Globo pode voltar às telinhas com remake de ‘Vale Tudo’; Veja o papel icônico

+ Renascer: Personagem polêmica na novela sofreu mudanças no remake; Veja quem é!

+ BOMBA: Gravação de novela famosa da Globo acaba em briga generalizada; Veja detalhes!

Entenda mais detalhes sobre a mudança!

Além disso, o ex-jogador revelou estar enfrentando sérias dificuldades financeiras, já que suas contas bancárias foram bloqueadas e ele perdeu contratos no Brasil. Essa estratégia jurídica levanta debates sobre a relação entre embriaguez e responsabilidade individual, bem como sobre a complexidade de determinar a culpabilidade em casos delicados como o de agressão sexual.

O desfecho do julgamento será aguardado com expectativa, enquanto questões legais e éticas são minuciosamente analisadas. Vale lembrar que o DNA encontrado na vítima foi confirmado como pertencente a Daniel Alves.