Thiago Neves relata injustiça sofrida no rebaixamento do Cruzeiro: “Não joguei sozinho”

Atleta foi considerado o símbolo da má campanha do Cabuloso

Por: Caio César | 07 abril - 22:31

Com o inédito rebaixamento do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro de 2019, o meia Thiago Neves, até então principal jogador da equipe, foi colocado como o principal culpado pela campanha da Raposa, principalmente por situações como a demissão de Rogério Ceni e o pênalti errado contra o CSA, que viria a ser uma derrota crucial na tentativa de escapar do Z4. Dessa forma, em entrevista ao canal Pilhado, o atleta abriu o jogo sobre o drama vivido na época, além de ressaltar ter sofrido injustiça em comparação aos outros companheiros e dirigentes.

“É injusto jogar tudo na minha conta, porque não joguei sozinho. Quando o time perdeu, não perdi sozinho. Quando ganhou, também não ganhei sozinho. Se não tivesse alguém me dando assistência ou marcando, eu não teria feito os gols. Se for para me zoar com ‘Fala, Zezé’, cornetar, me zoando, eu levo na esportiva, não tem problema algum. Mas agora jogar na minha conta tudo que aconteceu e tirar da conta de outros jogadores e diretores, acho muito injusto” – afirmou.

Thiago Neves relata injustiça sofrida no rebaixamento do Cruzeiro: “Não joguei sozinho”

Foto: Marcello Zambrano/Cruzeiro

Bicampeão da Copa do Brasil, com direito a bater o pênalti decisivo na final contra o Flamengo, assim como marcou no jogo de ida contra o Corinthians na edição seguinte, Thiago analisou a sua trajetória do ‘céu ao inferno’, visto que os momentos decisivos e as provocações aos rivais lhe credenciavam como ídolo do clube.

“Foi muito ruim, né cara? Em dois anos, eu fui de ídolo a mais odiado. Por tudo que fiz nas comemorações, nas zoações, passei a ser ídolo. Mas quando as coisas começaram a ficar ruins, fui o primeiro, o que mais tomou pancada e o mais criticado. Muita gente, quando fala do rebaixamento, o primeiro nome que vem é Thiago Neves. Isso para mim foi muito ruim, porque fiz muitas coisas boas pelo Cruzeiro. É injusto ficar lembrando só do momento negativo.” – completou.

LEIA MAIS

Benítez rasga elogios à torcida do São Paulo: “O São Paulo é um gigante admirado por nós, argentinos”

Sandry passa por cirurgia no joelho e deve desfalcar o Santos de seis a nove meses