Presidente da Fifa se posiciona contra Superliga: “Uefa tem todo o meu apoio”

Gianni Infantino se pronunciou sobre o assunto

Por: Amanda Oliveira | 20 abril - 09:38

Gianni Infantino, presidente da Fifa, se posicionou oficialmente contra a criação da Superliga Europeia e mostrou apoio à Uefa e ao futebol europeu.

“A Fifa está construída sobre os verdadeiros valores do futebol e está contra a Superliga. A Uefa e o futebol europeu têm todo o meu apoio. O esporte deve estar unido. Eles (os 12 fundadores) são responsáveis por seus atos. Entendo que a situação é complicada com a pandemia, mas devemos estar juntos para superar”, declarou durante o Congresso da Uefa, na Suíça.

Foto: Giuseppe Cacace/AFP

Entenda a Superliga

No domingo (18), doze grandes clubes da Europa anunciaram a criação de uma Superliga, são eles: Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham, da Inglaterra. Atlético de Madrid, Barcelona e Real Madrid, da Espanha; além de Inter de Milão, Juventus e Milan, da Itália. Bayern, B. Dortmund e PSG recusaram participar da nova competição.

No entanto, quem não gostou nada da ideia foi a Uefa. A entidade ameaçou punir severamente os clubes e jogadores envolvidos: “Todos os clubes e jogadores que participarem da Superliga podem ser banidos de todas as competições da Uefa e Fifa, europeias ou internacionais”, disse a entidade.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Copa do Nordeste divulga horários das semifinais; ambas partidas acontecem na Arena Castelão

Corinthians libera lateral Michel Macedo para empréstimo ao Juventude

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você