Palmeiras encara o Defensa y Justicia nesta quarta, pela Recopa; veja prováveis escalações

Com Covid-19, Luiz Adriano desfalca o Verdão e deve pagar multa por descumprir protocolo

Por: Thaynara Bernardo da Silva | 07 abril - 07:43

Nesta quarta-feira (7), o Palmeiras visita o Defensa y Justicia pelo primeiro jogo da final da Recopa Sul-Americana – a volta está marcada para o dia 14, no Mané Garrincha. A bola rola às 21h30 no estádio Norberto “Tito” Tomaghello, onde os argentinos não perdem há nove jogos – última derrota foi diante do Central Córdoba, em novembro do ano passado.

Além do troféu, o torneio vale uma premiação de US$ 1,25 milhão (cerca de R$ 7 milhões) para o campeão – o vice fica com US$ 750 mil (R$ 4,2 milhões).

Defensa y Justicia

Atual campeão da Copa Sul-Americana, os argentinos buscam o segundo título expressivo em sua história. Beccacece deve manter a base que vem atuando no Campeonato Argentino. Assim, o provável Defensa desta noite é Ezequiel Unsain; Matías Rodríguez, Néstor Breitenbruch, Adonis Frías, Fernando Meza, Marcelo Benítez; Raúl Loaiza, Enzo Fernández; Francisco Pizzini, Braian Romero e Eugenio Isnaldo.

Palmeiras

Já o campeão da Libertadores 2020 conta com alguns desfalques importantes como Danilo Barbosa (transição física), Gabriel Menino (lesão no tornozelo), Luan Silva (recuperação de cirurgia no joelho) e Luiz Adriano (Covid-19).

Por outro lado, conta o retorno de Abel Ferreira à beira do gramado. O português deve mandar a campo: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez, Matías Viña; Felipe Melo, Patrick de Paula, Raphael Veiga; Wesley, Willian e Rony.

Luiz Adriano

No último dia 1º, o atacante do Palmeiras testou positivo para o novo coronavírus. Assim, deveria cumprir 10 dias de isolamento. Entretanto, chegou ao conhecimento do clube um acidente de carro envolvendo o jogador, na entrada de um shopping, ao lado do Allianz Parque, na última segunda-feira (5) – Luiz Adriano deveria estar em casa, cumprindo os protocolos.

Após uma conversa entre a diretoria e o atacante, ambas as partes publicaram sobre o ocorrido. De acordo com o comunicado do Palmeiras, “as ações administrativas serão convertidas em doação de cestas básicas”.

Aliás, não foi a primeira vez que o Palmeiras puniu um jogador por descumprir as ordens e recomendações sobre a pandemia do coronavírus. Em 2020, o volante Ramires foi multado após aparecer em vídeos no meio de uma festa, sem máscara.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Pela primeira partida da Recopa Sul-Americana, o meia Danilo Barbosa será desfalque no elenco do Palmeiras

Na Argentina, Santos vence San Lorenzo e se aproxima da fase de grupos da Libertadores

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você