No jogo de ida contra o Defensa y Justicia, pela Recopa Sul-Americana, Rony estreia com a camisa 7

Na temporada passada o jogador utilizou a 11

Por: Julia Simões Romano | 05 abril - 18:00

Na temporada de 2020, o jogador apresentou um ótimo momento no time Alviverde com a camisa 11, mas a camisa 7 já acompanhava o atleta antes de jogar pelo Palmeiras. Ao chegar no clube, em fevereiro de 2020, Rony cogitou usar a numeração 77 pela grande identificação pela camisa 7, mas acabou jogando com a 11.

“É uma honra enorme. A camisa 7 sempre me acompanhou na carreira, mas, quando cheguei, era do Dudu, que é um ídolo do clube. Pra mim representa muito vestir uma camisa que já foi de Edmundo, Juninho Botelho, Paulo Nunes, Edu Bala. Estou muito feliz e espero poder continuar honrado essa camisa”, comentou Rony.

Antes, a camisa 7 era utilizada pelo jogador Dudu, que hoje está atuando pelo Al Duhail, do Catar. O antigo jogador do clube é considerado ídolo por grande parte da torcida palmeirense pela sua determinação em campo ao defender a camisa do Verdão, além de participar de algumas conquistas, como Copa do Brasil e os Campeonatos Brasileiros.

Prestes a disputar a Recopa Sul-America, contra o Defensa y Justicia, e a Supercopa do Brasil, contra o Flamengo, o novo camisa sete espera marcar a história do clube com um sucesso ainda maior da temporada passada. “Temos muitas competições importantes novamente e vamos brigar para chegar em todas. O Palmeiras é assim, tem que brigar por tudo. Vamos trabalhar forte para conquistar coisas grandes esse ano novamente”, afirmou o jogador.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Jorginho, campeão da Copa do Mundo de 1994 como jogador, é o novo técnico do Atlético-GO

Pelo retorno do Paulistão, a Federação Paulista de Futebol pretende realizar reunião com Ministério Público

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você