Ministério Público identifica falhas em proposta de “bolha” da Federação Paulista de Futebol

Uma nova reunião entre MP e FPF deve acontecer nos próximos dias

Por: Thaynara Bernardo da Silva | 06 abril - 08:45

O Ministério Público do estado de São Paulo identificou falhas e reformulou o protocolo feito pela Federação Paulista de Futebol para a retomada do Campeonato Paulista. A saber, o estado está na fase emergencial da pandemia do novo coronavírus até o próximo domingo (11).

Uma nova reunião entre ambas as partes deve acontecer nos próximos dias. Caso a FPF aceite as alterações propostas pelo MP, a volta do Paulistão será em breve. No entanto, os dados da pandemia no estado, como números de casos, internações e mortes, também servirão de base para a liberação ou não do futebol.

FPF havia pedido reavaliação da paralisação

Foto: Rodrigo Corsi/FPF

A intenção da Federação é conseguir apoio do MP para realização de jogos ainda nesta semana. O planejamento é adiantar partidas de times com calendários mais apertados, como Corinthians e São Paulo – o Timão já foi avisado sobre o possível jogo já nesta quarta-feira. No entanto, a liberação imediata é considerada improvável.

Com isso, o segundo pedido é que a volta do Paulistão seja no dia 12 de abril – um dia após o fim da fase emergencial, que pode ser ampliada pelo governo de São Paulo. A FPF mantém a intenção de terminar o Campeonato Paulista até o dia 23 de maio. Mas para isso acontecer, a volta deve ocorrer até semana que vem, e as equipes terão que entrar em campo com intervalos menores que 72h.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Corinthians tem cinco jogadores no departamento médico sem prazo definido para retorno

A pedido de Cuca, Atlético-MG sonda Willian Bigode

Santos e San Lorenzo se enfrentam nesta terça-feira; veja prováveis escalações

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você