Livre da punição da FIFA, Athlético-PR já pensa em reforços para 2021

Os paranaenses ainda devem pagar uma multa ao Albirex

Por: Thaynara Bernardo da Silva | 26 março - 09:38

O Athlético-PR conseguiu uma importante vitória no “Caso Rony”. A Corte Arbitral do Esporte (CAS na sigla em inglês ou TAS na sigla em francês) reduziu a pena do clube, que estava proibido registrar novos jogadores. Assim, o Furacão deve pagar uma multa ao Albirex, no valor de R$ 7 milhões, mas já pode voltar a se reforçar.

Antes mesmo do julgamento, o Athlético-PR já monitorava o mercado, principalmente de jogadores do meio e ataque, além da lateral-direita. Paulo Autuori, diretor técnico, William Thomas, gerente executivo e o presidente Mario Celso Petraglia comandam as negociações.

Centro Administrativo e Técnico do Athlético-PR

Foto: José Tramontin/Athlético-PR

Possíveis reforços

Entre os nomes sondados pelo Furacão está Lucas Lourenço, meia do Santos. O jogador de 20 anos tem sido pouco aproveitado pelo Peixe e pode ser emprestado com os dois clubes dividindo o salário. Outro nome forte é o de Matheus Babi, que atualmente está emprestado ao Botafogo. O atacante pertence ao Serra Macaense, que espera uma proposta por volta de R$ 19,6 milhões.

Ademir era titular absoluto no América-MG, porém uma possível crise interna está afastando o atleta do Coelho. Com isso, o Palmeiras demonstrou interesse no jogador de 26 anos. Agora, o Athlético-PR deve fazer uma proposta nos próximos dias.

A diretoria do Athlético-PR também está buscando um nome para a lateral-direita – Khellven é a única opção no setor após a saída de Jonathan. Por outro lado, o Furacão se prepara para possíveis saídas. O meia-atacante Nikão, por exemplo, tem contrato só até dezembro deste ano e possui sondagens. Ciente do desejo do jogador em fazer um pé de meia, o clube analisa o mercado atrás de opções.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Rony, atacante do Palmeiras, está livre de suspensão da Fifa

Conmebol anuncia arbitragem das finais da Recopa entre Palmeiras e Defensa y Justicia

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você