Ariel Holan pede demissão e não é mais técnico do Santos

Anúncio foi feito pelo presidente Andres Rueda, em entrevista coletiva nesta manhã

Por: Thaynara Bernardo da Silva | 26 abril - 09:32

Na manhã desta segunda-feira, o presidente do Santos, Andres Rueda, anunciou a saída de Ariel Holan, que pediu demissão do clube: “Ontem, conversando com o treinador após o jogo, de uma maneira muito transparente, ele nos solicitou que o jogo contra o Boca fosse o último à frente do time”. A saber, na noite deste domingo, o Peixe perdeu para o Corinthians por 2 a 0, em casa, pelo Campeonato Paulista.

Holan havia sido contratado em fevereiro, após a saída de Cuca, mas o desempenho da equipe nos últimos jogos desordenou o início de trabalho do argentino: “Existe uma quebra de contrato de qualquer parte. Ponderamos e de comum acordo aceitamos essa situação. Tentei reverter, não teve jeito”, relatou o presidente.

Segundo Rueda, houve até foguetório de torcedores na frente da residência do agora ex-treinador, após derrota no clássico: “Soltaram rojão. Isso o deixou de uma maneira pouco confortável. Agora de manhã estamos vendo se realmente vai ser nosso técnico com o Boca”, completou Rueda. O Santos encara o Boca Juniors nesta terça, às 21h30, pela segunda rodada da Copa Libertadores da América. A saber, o elenco tem viagem marcada para esta segunda, e ainda há indefinição sobre o comando do Peixe na partida que será realizada na Argentina.

Holan optou por deixar a Universidad Católica após o título do campeonato chinelo para acertar com o Peixe e abriu mão de boa parte do salário pedido inicialmente durante a negociação. O argentino sabia da dificuldade que teria no comando do time com elenco limitado, repleto de jovens e até então, sem poder contratar reforços.

O treinador deixa o Santos após 12 partidas: quatro vitórias, três empates e cinco derrotas – aproveitamento de pouco mais de 41%. Apesar dos resultados ruins, o pedido de demissão foi visto com surpresa pelo ponto de vista interno e externo.

Futuro comandante

Agora, o Santos volta ao mercado em busca de um novo treinador. Segundo Rueda, o clube não mudará o perfil buscado na contratação de Ariel Holan: “Queremos um treinador que goste de jogar com a base, que jogue para frente, que agregue tecnologia. Vamos fazer o possível para trazer o treinador mais rapidamente”, disse Rueda.

A princípio, Marcelo Fernandes deve assumir o comando do Santos nos próximos jogos – inclusive contra o Boca, caso Holan não queira se despedir.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Alexandre Mattos aprova Leila Pereira como presidente do Palmeiras: “Vai priorizar o bem do clube”

Guardiola elogia Eric García e confirma ida do zagueiro ao Barcelona

CBF se manifesta contra fala racista em transmissão do Brasileirão Feminino A1

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você